Alpine apresenta A524 real com cor preta predominante e ‘carro reserva’ para F1 2024

Sexta colocada na F1 2023, a Alpine faz o quarto lançamento de carro da temporada 2024. A A524 tem a missão de finalmente fazer os franceses darem o salto sonhado para a 'F1 A'. Ou o mais perto dela que a Alpine consiga chegar

Depois de Haas, Williams e Sauber terem apresentado suas obras, foi a vez da Alpine, no fim da manhã desta quarta-feira (7), mostrar ao mundo a A524, carro feito pela equipe para a temporada 2024 da Fórmula 1. O evento foi realizado direto da fábrica da equipe em Enstone, na Inglaterra.

Uma das maiores decepções de 2023, a Alpine busca reação imediata, em meio a uma crise administrativa que não parece ter fim. Para os franceses, voltar pelo menos ao top-5 da F1 é fundamental.

A fábrica francesa abriu a apresentação com o WEC e apresentando o hipercarro A424, com o qual irá disputar a temporada 2024 do Mundial de Endurance. A Fórmula 1 ficou para depois.

Mas, quando veio, chegou de verdade. Sem enrolar ou mostrar imagens computadorizadas, a Alpine também evitou repintar um carro antigo. Nada disso! Colocou em evidência a A524 de verdade, que disputará a temporada 2024. O que mais chamou a atenção foi o fato do carro perder a cor azul e aparecer majoritariamente na cor preta, com detalhes em azul e pequenos ajustes em rosa.

A Alpine A524 (Foto: Reprodução/Twitter)

Mas teve mais! A equipe francesa foi adiante para mostrar um segundo carro — pintura reserva, na verdade, ainda mais preta, mas com quase todos os detalhes não-pretos na cor rosa.

Com o novo carro, deu para notar um projeto bem mais próximo ao que a Alpine mostrou no fim da temporada passada em comparação à primeira parte. Mesmo assim, as alterações são perceptíveis. A asa dianteira é menos inclinada em direção ao solo e conta com bico mais arredondado, o que casa com as alterações bastante agressivas na região do assoalho.

A entrada de ar lateral também ficou visivelmente redesenhada e muito maior para facilitar o fluxo do ar para a parte traseira, ao passo que as barbatanas laterais praticamente sumiram. Os sidepods também foram refeitos.

“Quando me tornei chefe no meio de 2023 estava focado no time de pista, para darmos um novo passo à frente”, declarou Bruno Famin, chefe-interino e vice-presidente de esportes da companhia. “Conseguimos um progresso interessante, mas ainda tem muita coisa a ser feita. Esse é meu principal objetivo como dirigente”, definiu.

O bólido reserva, mais rosa, que a Alpine apresentou para a temporada 2024 da Fórmula 1 (Foto: Reprodução/Twitter)

“Poucas pessoas viram o carro e nos esforçamos muito no projeto. Agradeço a todo o time por isso. Esse é o carro verdadeiro de 2024, é um modelo completamente novo da dianteira até a traseira”, comentou.

“É um grande momento para a Alpine se unir e apresentar oficialmente seus programas para a temporada de 2024. É um momento único ter o carro de Fórmula 1 A524 e o Hipercarro A424 junto com todos os pilotos na mesma sala. 2024 vai ser um ano intenso. O próximo passo é trabalhar bem na pista, aplicando a excelência operacional em todos os níveis e desenvolver uma maior dinâmica nas nossas equipes. Estamos ansiosos para continuar o trabalho”, encerrou.

“Hoje foi a primeira vez que vimos o carro. Ele é bonito e parece bem agressivo. Tivemos muito trabalho em cima desse projeto ao longo dos últimos meses de desenvolvimento e finalmente estou feliz em vê-lo. Foi uma preparação muito longa e estamos prestes a começar a temporada. Então mal posso esperar para estar na pista”, afirmou Ocon.

“Treinei e me preparei o máximo que pude porque teremos uma temporada muito longa com 24 corridas. É importante estar bem preparado fisicamente para esse ano. Agora é tudo sobre esse carro e sobre como vamos nos sentir com ele”, seguiu.

A lateral da Alpine A524 (Foto: Reprodução/Alpine)

“É incrível continuar o trabalho com a Alpine, já estou aqui há bastante tempo. Mal posso esperar para começar. Meu objetivo é ir no limite do carro em cada corrida e continuar progredindo ao longo do ano”, fechou.

“É um carro incrível e que recebeu muito trabalho nos últimos anos”, disse Gasly. “Vê-lo ao vivo é muito interessante porque é a primeira vez que o vemos juntos e daqui a algumas semanas estaremos no Bahrein o testando pela primeira vez, então estou muito animado”, apontou.

“O ano vai ser intenso e estaremos preparados para isso fisicamente e mentalmente. Estou em uma forma muito melhor do que há um ano atrás quando estive aqui em Enstone pela primeira vez. Agora sei como trabalhar da melhor forma com todos os mecânicos e engenheiros”, somou.

“Espero conseguir mais troféus esse ano. Definitivamente sinto que tem mais potencial para extrair e vamos ver onde estaremos”, finalizou.

Esteban Ocon e Pierre Gasly seguem na Alpine para 2024 (Foto: Alpine)

Assim como o grid inteiro da categoria, a Alpine manteve a dupla de pilotos para 2024. No caso dos franceses, aliás, nem tinha como mexer: o par formado por Esteban Ocon e Pierre Gasly é talentoso, o time é que está devendo.

A Alpine, que mirava em 2023 encostar na ‘F1 A’ e se distanciar da ‘F1 B’, caiu do cavalo fortemente. Os franceses meio que ficaram no mesmo patamar anterior, mas foram completamente engolidos por McLaren e Aston Martin, caindo para sexta colocação, em uma ilha, longe de tudo e de todos.

No entanto, os problemas para 2024 são parecidos com os enfrentados em 2023: quem manda na Alpine? Em uma equipe que troca a chefia como quem troca pneu, agora é Bruno Famin quem está no comando, mas não se sabe até quando. Ocon e, principalmente, Gasly, já deram algumas declarações incomodados com a performance e a organização do time.

De acordo com Famin, a demissão de Otmar Szafnauer, que teoricamente lideraria a equipe por bons anos, não se deu pela perda da confiança nas habilidades do romeno. O motivo, segundo o novo chefe, foi bem mais pragmático: o ex-comandante e a cúpula diretiva da companhia pensavam coisas diferentes. Bem coisa de time em fase complicada, né?

O reserva Jack Doohan com os titulares Esteban Ocon e Pierre Gasly (Foto: Alpine)

Para aplacar a crise, a saída encontrada pela Alpine é uma bem conhecida de equipes em baixa: revolução no próximo carro. É assim que deve chegar a A524.

“Tivemos de desbloquear algumas coisas novamente, e é por isso que o carro será completamente novo, da frente até a traseira. Isso será visto em todo o grid porque o carro tem de durar alguns anos enquanto olhamos para o futuro”, comentou Matt Harman, atual diretor-técnico do time francês.

A temporada de lançamentos de carros segue firme e forte. Depois da Haas, da Williams, da Sauber e da Alpine, a semana de eventos é fechada com a RB. A apresentação do carro da equipe italiana irmã da Red Bull está prevista para esta quinta-feira (8).

Fórmula 1 retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos da pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.