Andando em casa, Hamilton enfim supera Rosberg e lidera último treino do GP da Inglaterra

Atrás de Nico Rosberg nos dois treinos livres da sexta-feira, Lewis Hamilton foi o mais rápido do TL3 neste sábado em Silverstone. O inglês já estava à frente do alemão quando a Mercedes precisou pela segunda vez em dois dias fazer reparos no câmbio do carro #6. Felipe Massa foi sétimo, atrás dos dois carros da Toro Rosso

Lewis Hamilton enfim andou à frente de Nico Rosberg nos treinos para o GP da Inglaterra de 2015.

Depois de ficar atrás do colega de Mercedes nas duas sessões da sexta-feira, o britânico tomou as rédeas das mãos do rival na luta pelo título na manhã deste sábado (4). Ele já estava 0s4 à frente de Nico quando os mecânicos do alemão precisaram remover o assoalho do carro #6 para checar problemas no câmbio.

O vencedor da prova de 2014 em Silverstone cravou 1min32s917 em sua melhor volta na sessão, fazendo uso dos pneus médios. Rosberg ainda teve carro para entrar na pista e cravar 1min33s469 no último minuto.

Kimi Räikkönen foi terceiro com a Ferrari, 0s7 mais lento que Hamilton, e a Williams andou atrás não só da equipe italiana, mas também da Toro Rosso. Felipe Massa foi só o sétimo colocado.

A definição do grid de largada acontecerá a partir das 9h (de Brasília), e o GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Hamilton foi o mais rápido da manhã de sábado (Foto: AP)

Confira como foi o terceiro treino livre da F1 em Silverstone:

Distância
5,891 km
Curvas
18
Número de voltas
52
Vencedor em 2014
Lewis Hamilton
(Mercedes)
Resultado da prova
Programação
SEX, 3/7 | TL1
SEX, 3/7 |
 TL2
SAB, 4/7 | TL3 – 6h
SAB, 4/7 | TC – 9h
DOM, 5/7 | GP – 9h
Teve isso: Alonso chegou a liderar o TL3 em Silverstone (Foto: Reprodução/TV)

Dá para dizer que o treino em Silverstone começou atípico por uma razão: nos minutos iniciais da sessão, a McLaren Honda assumiu a liderança. Àquela altura, uma volta de Fernando Alonso na casa de 1min36s1 colocava o carro #14 no topo da tabela de tempos. Algo que vem sendo tão raro nos últimos tempos que, ao ser avisado, o bicampeão da F1 fez um pedido para o seu engenheiro: "Você pode tirar uma foto?"

A alegria não durou muito. Pouco depois, a Williams deu suas primeiras voltas lançadas e tomou a frente com Valtteri Bottas e Felipe Massa. O finlandês marcou 1min35s082, 0s3 mais rápido que Massa.

Os tempos cairiam ainda mais com a entrada das Red Bull e da Ferrari na pista. Mas a diferença não era tão grande assim: Daniil Kvyat foi só 0s3 mais rápido que Bottas com os pneus duros.

E, claro, o sarrafo foi colocado além do alcance deste povo todo com as primeiras voltas rápidas da Mercedes. Em um primeiro momento, Lewis Hamilton e Rosberg viraram na casa de 1min34s, mas partiram depois para uma segunda tentativa com os compostos de risca laranja e foram bem mais longe. O inglês, tirando as rédeas das mãos de Rosberg, cravou 1min33s333, 0s4 mais rápido que o colega de equipe. Ao mesmo tempo, Kimi Räikkönen enfim deu as caras nas primeiras posições ao assumir o terceiro posto com 1min34s594.

A ordem na metade da sessão, antes das voltas com pneus médios, tinha Hamilton, Rosberg, Räikkönen, Kvyat, Vettel, Verstappen, Ricciardo, Bottas, Sainz e Maldonado. Massa era o 12º, atrás de Grosjean. A Mercedes, com 2s688 de vantagem para Felipe Nasr, o 16º colocado, parecia a única capaz de avançar para o Q2 do treino classificatório sem calçar os compostos mais macios.

Depois disso, Rosberg encarou mais problemas. A 16 minutos do fim, a Mercedes precisou remover o assoalho do carro do alemão para checar um vazamento de óleo de câmbio. Na sexta-feira, ele já precisou trocar a caixa de câmbio. De todo modo, ainda houve tempo para que ele desse mais uma volta lançada.

O 'happy-hour' dos pneus médios teve início a sete minutos do fim, com a Williams à frente na fila, não nos tempos. Bottas, e depois Massa, chegaram ao máximo à terceira colocação. O brasileiro foi 0s03 mais rápido.

Hamilton, na sua vez, entrou na casa de 1min32s917. Mas, outra vez, se viu que a diferença para a Ferrari caiu na mudança para os pneus mais macios. Räikkönen foi para segundo sendo 0s7 mais lento. O finlandês acabaria em terceiro, após a volta de Rosberg no último minuto.

Vettel, Verstappen e Sainz seguiram, com as duas Williams, Kvyat e Maldonado fechando o top-10. Nasr foi 15º com a Sauber.

A Toro Rosso continuou chamando a atenção em Silverstone (Foto: AP)

Limites da pista: no briefing dos pilotos, na sexta-feira à noite em Silverstone, os pilotos foram advertidos sobre os limites da pista, especialmente na curva Copse (a primeira do traçado antigo, atual 9). A não ser que fique claro que o piloto saiu da pista por algum motivo justificável, os tempos de volta serão deletados.

Ventos fortes: no descampado em que fica o circuito inglês, os ventos volta e meia atrapalham os pilotos. E eles estavam fortes neste TL3, colaborando para alguns erros. Como, por exemplo, na própria Copse: os pilotos passavam antiga reta de largada, que tem boxes à direita, protegidos, mas eram atingidos pelo vento assim que contornavam a curva. Felipe Massa, Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel foram três que espalharam ali.

Nem tão calor: como se viu no GP da Malásia, o carro da Ferrari se comporta bem com temperaturas mais altas, e isso voltou a fazer parte da expectativa para o fim de semana com a onda de calor que atinge o Reino Unido. Os termômetros marcavam apenas 21ºC no começo do TL3.

Segunda força: a Toro Rosso disse depois dos primeiros treinos que se via como segunda força, atrás só da Mercedes. É preciso esperar a classificação para ter certeza, mas de fato o desempenho é promissor.

Quem pode ser o próximo brasileiro da F1? Difícil responder
F1, GP da Inglaterra, Silverstone, terceiro treino livre:

1 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES 1:32.917  
2 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:33.469 +0.552
3 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:33.692 +0.775
4 5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI 1:33.918 +1.001
5 33 MAX VERSTAPPEN HOL TORO ROSSO RENAULT 1:34.147 +1.230
6 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO RENAULT 1:34.282 +1.365
7 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:34.501 +1.584
8 41 VALTTERI BOTTAS FIN WILLIAMS MERCEDES 1:34.538 +1.621
9 26 DANIIL KVYAT RUS RED BULL RENAULT 1:34.545 +1.628
10 13 PASTOR MALDONADO VEN LOTUS MERCEDES 1:34.708 +1.791
11 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:34.886 +1.969
12 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:34.896 +1.979
13 11 SERGIO PÉREZ ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:35.121 +2.204
14 30 ROMAIN GROSJEAN FRA LOTUS MERCEDES 1:35.246 +2.329
15 12 FELIPE NASR BRA SAUBER FERRARI 1:35.587 +2.670
16 22 JENSON BUTTON ING McLAREN HONDA 1:35.695 +2.778
17 36 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI 1:35.919 +3.002
18 14 FERNANDO ALONSO ESP McLAREN HONDA 1:36.101 +3.184
19 28 WILL STEVENS ING MANOR MARUSSIA FERRARI 1:37.989 +5.072
20 98 ROBERTO MERHI ESP MANOR MARUSSIA FERRARI 1:38.285 +5.368
    TEMPO 107% TL3   1:39.421 +6.504
             
RECORDE LEWIS HAMILTON ING MERCEDES W04 1:29.607 29/06/13
MELHOR VOLTA FERNANDO ALONSO ESP FERRARI F10 1:30.874 11/07/10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube