Stella diz que McLaren pode brigar com Red Bull em até 12 meses: “Por que não?”

Andrea Stella apontou que a McLaren caminha na direção certa, mas que retorno da Red Bull ao desenvolvimento passou impressão de queda. Chefe confia que time de Woking pode brigar em 2025

Andrea Stella mantém a confiança de que a McLaren é capaz de alcançar a Red Bull. A equipe de Woking teve um fim de semana de saldo positivo no GP da China, disputado no último domingo (21), com Lando Norris retornando ao pódio depois de cruzar a linha de chegada no segundo lugar, igualando o melhor resultado da carreira do piloto inglês.

Após terminar a temporada 2023 em alta, com recuperação que rendeu o quarto lugar no Mundial de Construtores, a expectativa sobre a McLaren era grande no início desta temporada, mas não foi compensado, com o time ainda bem atrás da Ferrari na briga pelo posto de segunda força, e sem ameaçar a Red Bull. Apesar disso, Stella mantém a confiança e projeta que o time papaia alcance os campeões daqui 1 ano.

Relacionadas


“Nós perdemos terreno porque ganhamos muito antes, quando eles não estavam desenvolvendo. Por isso que precisamos olhar para as coisas à longo prazo. E neste longo prazo, estamos em uma trajetória forte. Se nos mantermos assim pelos próximos 12 meses, por que não? Podemos alcançar a Red Bull”, disse o chefe de equipe em entrevista ao jornal The Guardian, justificando que o crescimento estagnou também pelo desenvolvimento da Red Bull.

 Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
 Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Lando Norris (Foto: AFP)

Andrea também saiu em defesa de Lando Norris. Aos 24 anos, o piloto inglês chegou ao infame número de mais pódios na Fórmula 1 sem vitória, com 15. Apesar das críticas em cima do britânico, Stella afirma que a evolução em corridas de Lando vai acontecendo aos poucos.

“Nas corridas, ele parece mais e mais consistente, e mais capaz de entender o que está acontecendo. O que chamamos de experiência de corrida está aumentando e cada vez mais precisa. Ele fez um grande trabalho explorando oportunidades com os engenheiros, e com apoio da fábrica para realizar pequenas adaptações para explorar o potencial do carro. Isso credito a ele”, concluiu.

A Fórmula 1 retorna em duas semanas, no dia 5 de maio, com o GP de Miami, no circuito de rua montado ao redor do Hard Rock Stadium em Miami Gardens, Flórida, nos Estados Unidos.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.