“Anomalia” faz Toro Rosso trocar motor de Kvyat por precaução e causa primeira mudança da Honda em 2019

Demorou duas corridas e um treino livre do terceiro fim de semana da Fórmula 1 2019 para a Honda precisar mudar o primeiro motor. E foi o de Daniil Kvyat após a Toro Rosso notar problemas nas informações enviadas na telemetria logo no começo das atividades em Xangai.

A primeira mudança de motor da Honda na temporada 2019 do Mundial de Fórmula 1 aconteceu na madrugada desta sexta-feira (12). Após notar problemas com o carro de Daniil Kvyat durante o primeiro treino livre no fim de semana em Xangai, a Toro Rosso precisou executar a troca. 
 
De acordo com o time italiano, a decisão da mudança completa da unidade de força foi tomada como cuidado para a sequência do fim de semana, especialmente por conta do pouco tempo para averiguações entre os treinos livres. A reutilização das partes substituídas não estão descartadas. 
 
"Durante o TL1, notamos uma anomalia nas informações da unidade de força do carro de Kvyat. Com apenas um pequeno tempo entre o TL1 e o TL2 para investigar o assunto cuidadosamente, decidimos mudar a unidade de força do carro como uma medida de precaução", afirmou a equipe por meio da sua conta oficial no Twitter.
Daniil Kvyat (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Durante o curso da temporada, cada carro pode utilizar três motores a combustão, geradores de recuperação de energia e turbos, enquanto dois geradores de energia cinética e portadores de energia são permitidos antes que uma punição seja desferida para o piloto.

 
Toyoharu Tanabe, diretor-esportivo da Honda, falou após o TL1 sobre a necessidade de melhora dos motores japoneses mesmo após Max Verstappen conquistar o primeiro pódio desta retomada da marca na F1.
 
"Até agora, o começo de temporada tem desempenho e resultados razoáveis, mas razoável significa que ainda não é fantástico. Claramente vemos uma grande diferença entre os líderes e nós. Precisamos trabalhar para melhorar nosso desempenho e competir com os outros. Entendemos que não é fácil melhorar o desempenho imediatamente, mas vamos continuar forçando", comentou.
 
Sebastian Vettel liderou o TL1 para a Ferrari. Veja os horários do fim de semana da F1 na China.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube