Apesar de manter sorriso no rosto, Ricciardo se diz frustrado com 3º lugar: “Achava que teria um pouco mais”

Daniel Ricciardo disse que sua volta na parte final do Q3 na classificação para o GP de Mônaco não foi boa, o que bateu de frente com a expectativa que ele tinha no início da sessão. Ainda assim, o australiano foi o melhor do resto na tomada de tempos

 A cobertura completa do GP de Mônaco no GRANDE PRÊMIO
icone_TV  Automobilismo na TV: a programação do fim de semana
As imagens deste sábado de F1 em Mônaco

Mais uma vez na terceira posição do grid de largada e, dessa vez, bem mais próximo da Mercedes, Daniel Ricciardo não ficou tão contente quanto seu habitual sorriso demonstrava. Na verdade, o piloto da Red Bull se disse frustrado por não conseguir melhorar seu tempo na última chance que teve de fazer volta rápida no Q3 do treino classificatório realizado neste sábado (24) em Mônaco.

 
Ricciardo fez uma melhor volta de 1min16s384 na fase final da classificação, só 0s4 mais lento que o pole-position, o alemão Nico Rosberg, da Mercedes. Mas achava que seria possível tirar mais do RB10.
Lewis Hamilton, Nico Rosberg e Daniel Ricciardo formam o top-3 do grid em Mônaco (Foto: Getty Images)
"Na última volta eu não consegui encontrar a aderência que esperava e não melhorei em relação à primeira parte do Q3. Achava que teria um pouco mais ali, então estou um pouco frustrado com isso", explicou o piloto, que mesmo assim não deixou de mostrar um sorriso no rosto. Já estava feliz por poder ter um carro que o permite brigar pelas primeiras posições.
 
No entanto, apesar de ter notado que a Red Bull andou mais perto da Mercedes, ainda não acredita que seu time pode fazer frente à esquadra alemã na disputa pelo título. Ainda há um bom caminho a ser percorrido.
 
"O campeonato ainda está longe. A Mercedes fechou a primeira fila de novo. Somos os mais próximos, mas primeiro precisamos vencer uma corrida para depois pensarmos no campeonato", falou.
 
Seu companheiro de equipe, o tetracampeão Sebastian Vettel, vai largar ao seu lado na corrida deste domingo, no quarto lugar.
 
A largada será às 9h (de Brasília), e o GRANDE PRÊMIO acompanha a sexta etapa do Mundial de F1 em tempo real.

GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' o GP de Mônaco, sexta etapa do Mundial de F1, com o repórter Renan do Couto. Para acompanhar todo o noticiário, clique aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube