Apesar de treinos “positivos”, Verstappen começa a se preocupar com Ferrari em Abu Dhabi: “Parecem fortes”

A Red Bull partiu para Abu Dhabi falando em se meter na briga da Mercedes, mas fechou o primeiro dia de treinos livres preocupada com a Ferrari. Max Verstappen acredita que o ritmo dos italianos vai resultar em uma “briga apertada”

Max Verstappen sabe que dois treinos livres é muito pouco para saber o real rendimento das equipes de ponta. Mesmo assim, o piloto da Red Bull já parece preocupado com o ritmo da Ferrari: de acordo com Verstappen, as performances nesta sexta-feira (25) apontam para uma “briga apertada” em Abu Dhabi.
 
Verstappen relata que o ritmo “não parece ruim”, mas também entende que a Red Bull é capaz de ser mais rápida. O holandês foi o quarto mais rápido no segundo treino livre, enquanto Sebastian Vettel pintou em terceiro.
 
“Foi um dia positivo. Esta sempre é uma pista complicada, são temperaturas diferentes”, disse Verstappen. “Nosso ritmo de corrida não parece ruim, e o balanço do carro está sob controle. Vai ser uma briga apertada com a Ferrari, eles parecem fortes neste final de semana. Mas tenho certeza de que podemos ser ainda mais fortes”, seguiu.
Max Verstappen durante o primeiro treino livre da F1 em Abu Dhabi (Foto: Red Bull Content Pool)
A briga com a Ferrari seria uma notícia bem ruim para uma equipe que partiu para Abu Dhabi como uma possível intrusa na briga entre as Mercedes de Lewis Hamilton e Nico Rosberg. Questionado sobre a possibilidade de adotar uma estratégia alternativa para compensar o ritmo, parando mais cedo e usando pneus novos por mais cedo, Verstappen pareceu pessimista.
 
“Sim, mas eles não são estúpidos. A questão é que você pode tentar (parar mais cedo), mas se voltar atrás do tráfego não vai dar certo. Agora o mais importante é ter um bom treino classificatório, vamos precisar esperar e ver. A Mercedes é muito forte, em treino classificatório eles vão usar o máximo”, concluiu.

Companheiro de Verstappen, Daniel Ricciardo foi o quinto melhor do TL2, colado no holandês. O australiano aposta em briga com a Ferrari na classificação e sonha em encarar a Mercedes de igual para igual na corrida.

"Eu acho que amanhã podemos encontrar esse pouquinho que faltou hoje para lutarmos pelo terceiro lugar. Vai ser uma boa briga. As Mercedes, como era esperado, estão na frente, mas não estão léguas na frente. Olhando para hoje, acho que vamos brigar com ele no domingo, isso é ótimo", afirmou.

 
Lewis Hamilton liderou os dois treinos classificatórios em Abu Dhabi. Para ter chances reais de ser campeão, o britânico precisa de mais uma vitória nas arábias. Além disso, Nico Rosberg não pode subir no pódio.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube