F1
12/11/2017 10:56

Após caso Mercedes, estrategista da Sauber relata nova tentativa de assalto apesar do reforço policial em Interlagos

O reforço no policiamento em Interlagos não foi capaz de conter uma nova tentativa de assalto a um grupo envolvido com a F1, segundo relato feito pela estrategista da Sauber, Ruth Buscombe. Já na madrugada do domingo, Buscombe relatou uma tentativa de assalto por homens em dois carros, que tentaram parar a van onde ela e parte da Sauber estavam. Todos escaparam sem maiores problemas
Warm Up, de Interlagos / PEDRO HENRIQUE MARUM, de Interlagos
 Dano na van relatado por Ruth Buscombe (Foto: Reprodução/Twitter)

A situação de insegurança nos arredores de Interlagos após o assalto à mão armada a um grupo de trabalho da Mercedes na noite da última sexta-feira parecia ser o último capítulo desta história no GP do Brasil de 2017. Apenas parecia. Apesar do reforço visível de policiamento na Avenida Interlagos na noite do sábado, um grupo da Sauber sofreu uma tentativa de assalto.
 
A afirmação foi feita no Twitter pela estrategista da equipe suíça, Ruth Buscombe. À 1h10 já do domingo, Buscombe postou um Twitter o aviso de que mesmo saindo bem tarde do autódromo a equipe da Sauber foi perseguida e acertada no que parecia um trabalho de dois carros com assaltantes.
 
"Tenham cuidado ao deixar o circuito mesmo com segurança reforçada. Acabamos de ser acertados por um carro que estava tentando nos parar enquanto outro estava na frente", relatou. "Até saímos num horário bem tardio, mas eles nos seguiram ou foram alertados sobre uma van passando pelo fim da presença policial perto da pista", falou.
Dano na van relatado por Ruth Buscombe (Foto: Reprodução/Twitter)
Depois, em uma réplica a um outra postagem que perguntava se todos estava bem, ela confirmou; "Estamos todos OK. A estratégia de não parar funcionou perfeitamente. Só queria alertar a todos que ainda estão na rua que poderíamos ter problemas longe do circuito em vez de nos lugares comuns", afirmou.
 
Na manhã desta domingo (12), o GRANDE PRÊMIO entrou em contato com a Sauber para captar uma confirmação oficial do ocorrido. A equipe, no entanto, se recusou a tratar do assunto e apenas disse que não está permitida a falar do caso.

De fato, a equipe do GP presenciou um policiamento bem maior na noite do sábado que na sexta-feira no que diz respeito aos arredores da pista.

GRANDE PRÊMIO e o MSN Esportes acompanham 'in loco' o GP do Brasil com Flavio Gomes, Victor Martins, Evelyn Guimarães, Fernando Silva, Gabriel Curty, Pedro Henrique Marum, Vitor Fazio, Américo Teixeira Jr. e Rodrigo Berton direto de Interlagos. Acompanhe a cobertura aqui e todos os detalhes AO VIVO e em TEMPO REAL aqui.
GERAÇÃO PRIVILEGIADA

F1 TEM ÓTIMA CLASSE EM 2017. E É BOM DEMAIS VÊ-LA EM AÇÃO