Após choque com Kvyat e danos no carro, Alonso diz: “Maior sorriso que dei na carreira por um quarto lugar”

Fernando Alonso, quarto colocado no grid de largada para o GP da Malásia, demonstrou muita satisfação com o posto conquistado para a corrida deste domingo (30). O espanhol também aproveitou para se isentar de culpa no acidente com Daniil Kvyat

A cobertura completa do GP da Malásia no GRANDE PRÊMIO
As imagens do sábado da F1 na Malásia
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

Em uma classificação marcada por muita chuva em Sepang, Fernando Alonso garantiu a quarta posição no grid de largada, duas posições melhor que o companheiro de equipe Kimi Räikkönnen, sexto colocado.

 
Na classificação deste sábado (29), Alonso não conseguiu acompanhar o ritmo de Lewis Hamilton e Sebastian Vettel e, já depois de zerado o cronômetro, acabou superado por Nico Rosberg. Fernando registrou 2min00s175 como melhor volta no Q3.
 
Fernando Alonso foi o quarto mais rápido na classificação deste sábado em Sepang (Foto: Getty Images)
O espanhol, apesar de acostumado a brigar por vitórias, mostrou enorme satisfação pelo quarto lugar obtido no treino classificatório.
 
“Estou muito feliz com esta classificação. Provavelmente é o maior sorriso que eu dei na minha carreira por um quarto lugar”, disse.
 
O piloto da Ferrari, que teve um choque com Daniil Kvyat durante o Q2, explicou que chegou ao final do Q3 com o carro ainda danificado.
 
“Foi uma sessão caótica, tudo piorou ainda mais no final, quando o carro estava danificado”, falou.

O asturiano elogiou o trabalho da equipe e garantiu que o sentimento deve ser de felicidade, após o resultado desta manhã.

 
“Nós trabalhamos muito rápido para conseguir mandar o carro de volta para a pista. Completamos algumas voltas e elas foram suficientes para um quarto lugar, devemos ficar felizes”, defendeu.
 
Ainda, o bicampeão mundial comentou o acidente com Kvyat, lamentou o ocorrido, mas se isentou de culpa e criticou a agressividade do russo.
 
“Claro que foi uma situação chata, estava no lugar errado e na hora errada. Eu não o vi. Esta é a verdade, só fui ver que ele estava lá, quando ele bateu no meu carro", explicou. "Mas fiquei surpreso, numa volta de instalação não são comuns estes ataques”, comentou.
 
O GP da Malásia acontece neste domingo (30), com largada marcada para 5h (em Brasília). Hamilton, Vettel, Rosberg, Alonso, Daniel Ricciardo, Räikkönen, Nico Hülkenberg, Kevin Magnussen, Jean-Éric Vergne e Jenson Button partem das dez principais posições.

'TOP GEAR BARBADOS' com LEWIS HAMILTON e o GRANDE PRÊMIO

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube