Após falha que custou vitória no Azerbaijão, Mercedes decide mudar sistema de fixação do encosto de cabeça do carro

Apesar de todo o imbróglio que viveu com Sebastian Vettel no GP do Azerbaijão, Lewis Hamilton teve a corrida comprometida mesmo por conta da má fixação do encosto de cabeça do carro, que se soltou. O piloto, que liderava a prova, teve de fazer um pit-stop extra e acabou perdendo a chance de vitória por causa da falha. Agora, a Mercedes deseja mudar a fixação da peça

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Mercedes deve promover algumas mudanças no mecanismo de fixação do encosto de cabeça do W08 antes do GP da Áustria, com o objetivo de evitar uma repetição da falha que custou a Lewis Hamilton a vitória na etapa do Azerbaijão, corrida disputada no último fim de semana.

 
Hamilton comandava a prova após a bandeira vermelha, quando a peça se soltou do carro. Por conta do risco à segurança, o inglês precisou fazer um pit-stop extra para a troca do elemento, o que o fez cair da primeira para a oitava colocação. O britânico ainda conseguiu subir no pelotão, mas terminou a corrida apenas em quinto, uma posição atrás de Sebastian Vettel.
 
A equipe alemã tratou de estudar as causas do dano ao longo desta semana, em sua fábrica na cidade inglesa de Brackley, e concluiu o cumprimento dos pinos de bloqueio na parte de trás do apoio da cabeça – onde se conecta com o carro – provavelmente apresentou problemas.
Lewis Hamilton perdeu a corrida no Azerbaijão por problema no encosto de cabeça (Foto: Mercedes)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Chefe do time prateado, Toto Wolff afirmou imediatamente após a corrida que essa foi a primeira vez que a peça apresentou falhas, mas que suspeitava do fato de que os pinos eram mais baixos do que dos rivais. "Nunca ouvi falar de um problema desse antes. Parece que os pinos que são encaixados não são muito grandes", afirmou o austríaco em declaração à Sky Sport F1, acrescentando que não há culpados no contratempo.

 
"Não vou culpar ninguém pelo que houve. Esta equipe ganhou três campeonatos mundiais e não vou apontar o dedo para uma única pessoa", completou.
 
Mas como resposta ao que o aconteceu em Baku, a Mercedes, então, decidiu alterar o design dos pinos por um sistema mais seguro para ajudar na fixação do encosto no carro. "Vamos redesenhar o sistema para que nada disso aconteça novamente no futuro. Isso nos custou uma vitória fácil", emendou Niki Lauda, o presidente não-executivo da Mercedes, em entrevista ao jornal 'Osterreich'.
 
POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube