Após notícia sobre pneumonia, assessora de Schumacher repete discurso e fala em especulação

Assim como vem acontecendo desde a suspensão dos boletins médicos sobre o estado de Michael Schumacher, Sabine Kehm, assessora do heptacampeão, afirmou que notícias sobre a condição do germânico devem ser tratadas como especulação. Declaração da porta-voz chega após imprensa alemã noticiar pneumonia

Sabine Kehm, assessora de imprensa de Michael Schumahcer, negou nesta quarta-feira (12) que o heptacampeão da F1 tenha tido pneumonia durante sua internação no Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, na França. A informação foi divulgada na terça pelo jornal alemão ‘Bild’
 
Seguindo a linha das últimas semanas, Sabine afirmou à agência alemã DPA que qualquer informação que não seja divulgada por ela ou pelos médicos do CHU deve ser tratada como especulação.
Sabine Kehm afirmou que notícias sobre Schumacher devem ser tratadas como especulação (Foto: Reuters)
“Como sempre, a minha resposta é: anúncios sobre a condição de saúde de Schumacher que não sejam feitos pelos seus médicos oficiais ou por sua equipe, precisam ser tratados como especulação”, disse Kehm.
 
Michael está internado no hospital universitário desde 29 de dezembro de 2013, quando sofreu um acidente enquanto esquiava nos Alpes Franceses acompanhado do filho, Mike, e de um grupo de amigos. Segundo a investigação conduzida pelas autoridades de Albertville, o ex-piloto esquiava fora de pista no momento da queda e bateu a cabeça em uma rocha.
 
Schumacher precisou passar por duas cirurgias para remoção de hematomas e para aliviar a pressão intracraneana, mas foi mantido em coma induzido por um mês. No último dia 30 de janeiro, os médicos confirmaram que a sedação estava sendo reduzida para despertar o ex-piloto, mas, na falta de informações oficiais, a imprensa alemã garante que ele não está respondendo a estímulos

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube