Após retorno da Honda, Ecclestone defende volta da BMW à F1: “Faz sentido que eles voltem”

Depois de a Honda confirmar seu retorno à F1 na temporada 2015, Bernie Ecclestone afirmou que confia na volta da BMW. Montadora alemã deixou o esporte em 2009

Pouco depois de a Honda anunciar seu retorno à F1 na temporada 2015, Bernie Ecclestone saiu em defesa da volta da BMW. Em uma entrevista ao jornal londrino ‘City A.M.’, o dirigente máximo da categoria afirmou que ficaria surpreso se a montadora germânica não retornasse ao esporte.
Ecclestone defendeu volta da BMW à F1 (Foto: Getty Images)

Na semana passada, a Honda, que deixou a modalidade em 2008, anunciou sua volta à F1 em 2015 como fornecedora de motores da McLaren. A BMW, por sua vez, se retirou do Mundial em 2008.

 
“Ficaria surpreso se não víssemos a BMW outra vez”, comentou Ecclestone. “Acho que eles podem voltar. A quantidade de dinheiro que eles gastaram não foi significativa no esquema geral das coisas. Faz sentido que eles voltem”, concluiu. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube