Após Sauber falar em risco, Button defende Van der Garde: “Não é um problema de segurança tê-lo guiando o carro”

Jenson Button afirmou que a Sauber foi injusta ao dizer que seria um problema de segurança ter Giedo van der Garde no comando do C34. Holandês ganhou na justiça o direito de disputar o GP da Austrália

A polêmica envolvendo a Sauber segue movimentando o paddock da F1 em Melbourne. Na manhã esta quinta-feira (12), a Suprema Corte do estado de Victoria confirmou a vitória de Giedo van der Garde na ação que moveu contra a escuderia de Peter Sauber. Assim, o holandês tem o direito legal de correr a etapa deste fim de semana, forçando a equipe suíça a escolher entre Felipe Nasr e Marcus Ericsson.
 
Um dos pilotos mais experientes do grid da F1, Jenson Button falou sobre o caso e avaliou que a Sauber foi “injusta” ao falar em segurança como motivo para barrar a participação de Van der Garde na corrida deste fim de semana.
Jenson Button defendeu Van der Garde da acusação de que seria perigoso tê-lo no comando do C34 (Foto: Getty Images)
Durante o julgamento do caso, a escuderia chegou a apelar para um 'inaceitável risco de morte'. "Van der Garde não tem experiência em guiar o C34 e não teria tempo suficiente para aprender", declarou Rodney Garrett, advogado do time.
 
 “O que mais me surpreende são os comentários da Sauber dizendo que é um problema de segurança tê-lo guiando o carro”, disse Button. “Para mim, é uma pena que eles tenham ido nessa direção, porque segurança é sempre uma grande preocupação no esporte a motor, mas não deveríamos falar disso dessa forma”, defendeu o britânico.
 
“Pessoalmente, não é um problema de segurança tê-lo guiando o carro”, afirmou. “Acho que é injusto usar isso contra o Giedo”, opinou. 

#GALERIA(5241)
QUEM É QUEM

Na terceira parte do Guia F1 2015, o GRANDE PRÊMIO faz um raio-X de cada uma das dez equipes do grid para o Mundial que começa neste fim de semana na Austrália, na pista de Melbourne, e que marca a 66ª temporada da história da F1.

O especial também traz as fichas completas dos 22 (!!!) pilotos que vão disputar o título mundial nas 19 ou 20 corridas previstas pelo calendário deste ano. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube