Após veredito, FIA espera que "lições sejam aprendidas" e promete rigor na supervisão dos testes de pneus

Mercedes recebeu penalização leve por testes secretos com a Pirelli em Barcelona, no último mês de maio. Mesmo assim, entidade máxima do automobilismo espera fortalecer controle sobre atividades dos times para que episódio não volte a acontecer


O imbróglio do teste secreto da Mercedes com a Pirelli em Barcelona, no último mês de maio, chegou ao fim nesta sexta-feira (21). O Tribunal Internacional da FIA decidiu penalizar a escuderia com a exclusão dos testes de jovens pilotos, previsto para julho, e também repreender tanto o time quanto a fornecedora italiana de pneus.
 
A esperança da FIA, no entanto, é a de que a situação seja revista em conjunto com as demais equipes da F1. Para a entidade suprema do automobilismo, é necessário haver maior rigor na supervisão aos testes. 
A Pirelli realizou em conjunto com a Mercedes um teste secreto em Barcelona (Foto: Getty Images)
Tudo porque a Pirelli, em parceria com a categoria, permite a realização de 1000 km de testes por temporada, para melhor avaliação dos pneus disponibilizados para as equipes. No entanto, só é permitida a utilização de carros de duas temporadas anteriores à atual, e sem a participação de pilotos titulares.
 
"A FIA deseja que sejam aprendidas as lições com este caso e com a decisão proferida", afirmou a entidade em comunicado após o julgamento do caso da Mercedes. 
 
"Para este fim, a FIA irá se certificar, em associação com todas as equipes de F1, que o controle sobre os testes seja fortalecido", completou o comunicado.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube