F1

Após vitória histórica em Barcelona, Verstappen leva prêmio de ‘Piloto do Dia’ do GP da Espanha

Era óbvio. Max Verstappen, por todo o feito alcançado no GP da Espanha, só poderia mesmo ter conquistado o prêmio de ‘Piloto do Dia’ da corrida. Destaque também para a Williams, que faturou pela quinta vez seguida o prêmio de melhor pit-stop na temporada 2016
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 _MG_9076
Max Verstappen foi o grande nome do GP da Espanha de F1. Ao vencer a corrida realizada no último domingo (15), em Barcelona, o holandês não só entrou para a história como o piloto mais jovem a subir no topo do pódio na F1 — com 18 anos, sete meses e 15 dias —, como também passou a, definitivamente, figurar como um potencial campeão do mundo.
 
Assim, diante da envergadura da sua conquista em terras catalãs, era óbvio que o piloto, que fez sua primeira corrida da Red Bull, alcançasse o prêmio de ‘Piloto do Dia’, em votação popular promovida pelo site oficial da F1 e divulgada nesta segunda-feira. É a primeira vez que Verstappen fatura a premiação.
Max Verstappen foi eleito, obviamente, o 'Piloto do Dia' do GP da Espanha (Foto: Getty Images)
Max é o segundo piloto da Red Bull a ser escolhido pelos fãs da F1 como o ‘Piloto do Dia’. O primeiro, coincidentemente, foi conquistado por Daniil Kvyat, trocado por Verstappen a partir do GP da Espanha. O russo faturou a premiação graças à performance no GP da China, que lhe valeu o terceiro lugar, duas semanas antes da sua desastrosa primeira volta no GP da Rússia, em Sóchi.
 
Nas duas primeiras etapas da temporada, Romain Grosjean foi o ‘Piloto do Dia’, nos GPs da Austrália e do Bahrein. Em Sóchi, Kevin Magnussen foi o laureado da vez, enquanto Verstappen consolidou o fim de semana dourado na Espanha com o prêmio.
 
A Williams também foi premiada pelo trabalho no GP da Espanha. Mais precisamente, no pit-stop. Outrora extremamente criticada pela ineficiência nas trocas de pneus de Felipe Massa e Valtteri Bottas, a escuderia britânica empreendeu evolução formidável e recebeu, pela quinta vez consecutiva, o prêmio de pit-stop mais rápido. 
 
Com Massa, a Williams fez a troca de pneus em 2s12. A segunda melhor marca também foi do time de Grove, com 2s22. O terceiro pit-stop mais rápido foi da Ferrari, com Sebastian Vettel, feito em 2s36.
O QUE ESTÁ POR TRÁS DO RECENTE NOTICIÁRIO SOBRE SCHUMACHER