Após vitória no GP da Austrália, chefe da Lotus diz que time deve se mostrar ainda mais forte na Malásia

A Lotus surpreendeu a todos e venceu na corrida de abertura do Mundial de 2013 com Kimi Räikkönen. Agora, para a segunda corrida do ano, na Malásia, o time de Enstone acredita que terá um desempenho ainda melhor

A Lotus começa o Mundial de 2013 repleta de confiança. Vencedora da corrida de abertura, na Austrália, a equipe de Enstone espera apresentar um desempenho ainda melhor neste fim de semana, na Malásia, na segunda etapa do campeonato. Os novos componentes do carro e o calor devem ajudar, afirmou Eric Boullier, chefe da escuderia.

O francês revelou que a Lotus levará atualizações para aplicar ao E21 já em Sepang. “Temos algumas novidades, o que são boas notícias, e a temperatura deve, naturalmente, nos ajudar a fazer um trabalho ainda melhor”, declarou o dirigente.

Boullier espera ver uma Lotus ainda mais forte na Malásia (Foto: Getty Images)

Mas ele não pensa que apenas seu time estará mais forte – a concorrência também. Boullier minimizou a boa forma do E21 pilotado por Kimi Räikkönen no GP da Austrália chamando a atenção para o fim de semana incomum que a F1 viveu em Melbourne.

“Não tivemos um fim de semana normal [na Austrália]. Foi um fim de semana estranho em que ninguém pôde colocar o setup correto no carro, especialmente para a corrida. Então, vamos ver no próximo fim de semana, quando tivermos um fim de semana normal. Estou certo de que será mais complicado”, completou o ex-piloto.

Räikkönen começou 2013 com vitória ao superar Ferrari, Red Bull e Mercedes na base da estratégia. O finlandês fez um pit-stop a menos que os rivais para dar o bote e assumir a liderança da corrida. Foi sua segunda vitória desde que retornou à F1, assim como a segunda vitória desta nova fase da Lotus na categoria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube