Após vitória tranquila na França, Hamilton disfarça: “Não foi fácil de maneira alguma”

O GP da França deste domingo (23) foi monótono. E Lewis Hamilton venceu de ponta a ponta, sem ser incomodado em momento algum. Mas em sua sexta vitória na temporada, o líder afirmou que não foi bem assim, e que existiram sim certas dificuldades

A impressão de todos que acompanharam o monótono GP da França deste domingo (23) foi de que Lewis Hamilton teve sua prova mais tranquila no ano: na sexta vitória em 2019 (em oito corridas), o britânico largou na pole e em momento algum foi incomodado por Valtteri Bottas, segundo, ou por qualquer outro rival. Mas, para ele, não foi bem assim.

Após a vitória, o líder do campeonato, que chegou a 187 pontos e abriu 36 de vantagem para seu companheiro de Mercedes, afirmou que teve, sim, alguns problemas durante as 53 voltas em que correu praticamente sozinho na pista.

Lewis Hamilton (Foto: AFP)
Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?

"É uma ótima pista para se pilotar e ser técnico, ganhando assim vantagem sobre os outros. Não foi fácil de maneira alguma. Confiabilidade é tudo", disse Hamilton.

"Poupei combustível e mantive o motor no lugar. Tive bolhas nos pneus e estava preocupado com isso, mas foi a melhor largada em toda a temporada. Foi uma corrida controlada. Abri vantagem após acertar meu ritmo. Forcei até o final, controlei os pneus após perceber as bolhas", seguiu.

De resto, bastou a Hamilton comemorar e celebrar o "ótimo final de semana" que teve em Le Castellet: "Piloto há muito tempo e sempre é um desafio. Não poderia ter feito isso sem os caras da equipe."

"Estamos fazendo história juntos", finalizou o pentacampeão mundial.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube