Após Williams anunciar acordo com Mercedes, Renault diz que saída “normaliza situação” para 2014

Renault reconheceu que não teria condições de fornecer motores para cinco equipes no ano que vem e afirmou que mudança da Williams para a Mercedes normaliza situação

A Williams anunciou na manhã desta quinta-feira (30) que fez um acordo de longo prazo com a Mercedes para o fornecimento de motores da F1. Com a nova parceria, a escuderia de Grove encerra seu vínculo com a Renault ao fim desta temporada.
 
Segundo rumores, a Mercedes está oferecendo os propulsores V6 turbo com preços mais em conta, o que justificaria a mudança da Williams. 
 
A Renault, que atualmente fornece os motores de Red Bull, Lotus e Caterham, vai trabalhar também com a Toro Rosso no próximo ano e reconheceu que ter cinco equipes “não faria sentido economicamente”.
Renault deve anunciar em breve acordo com a Toro Rosso (Foto: Getty Images)
“Nós gostaríamos de agradecer a Williams pelo calor que estendeu à Renault nos últimos dois anos e desejar todo o melhor ao time no futuro”, declarou Jean-Michel Jalinier, presidente da Renault Sport F1. “Williams e Renault têm uma longa história juntos e recapitulo rapidamente o espírito vencedor dos primeiros dias da parceria que reascendeu após a vitória na Espanha em 2012”, continuou. 
 
“Vamos continuar a trabalhar ativamente com o time até o GP do Brasil, em novembro, para encerrar a segunda encarnação da parceria com resultados que façam jus a sua reputação”, garantiu. 
 
O dirigente, entretanto, reconheceu que a Renault não teria condições de atender a cinco equipes e considerou que a saída da Williams normaliza as coisas. 
 
“Para a Renault Sport F1, nós declaramos inúmeras vezes que iríamos fornecer [motores] para até cinco times se tivessem pedidos para isso, mas isso não faria sentido economicamente ou seria ideal para os nossos recursos”, admitiu. “Três, ou no máximo quatro, times é o ideal para nós, então a saída da Williams normaliza a situação e torna as coisas muito mais claras do nosso lado.” 
 
“Vamos anunciar o próximo time em uma questão de dias, e então confirmar o estágio final antes do fim de junho. Continuamos incrivelmente motivados com esse desafio dos motores de 2014”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube