F1

Às vésperas de teste em Silverstone, FIA divulga primeira imagem de versão atualizada do Shield

O Shield, nova proteção de cockpit da F1, surgiu em versão atualizada. Uma imagem divulgada pela FIA revela que o escudo, que será testado pela Ferrari no fim de semana do GP da Inglaterra, está maior

Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre

O Shield, nova proteção de cockpit da F1, segue em processo de desenvolvimento. E uma nova imagem indica que o dispositivo de proteção está em fase de crescimento: a FIA divulgou neste sábado (8) uma ilustração do conceito, que surge maior do que em simulações anteriores.
 
A imagem é divulgada uma semana antes do primeiro teste com o Shield, marcado para o fim de semana do GP da Inglaterra, em Silverstone. A novidade, que deve ser implementada em 2018, vai ser testada pela Ferrari no circuito britânico.
A FIA revelou a versão do Shield que vai ser testada pela Ferrari (Foto: Divulgação)

O Shield — escudo, em tradução literal — nada mais é do que uma versão otimizada do Aeroscreen, peça desenvolvida pela Red Bull e questionado pelas equipes em 2016, mesmo com o aval inicial de Charlie Whiting, diretor da FIA. O conceito é considerado esteticamente mais agradável do que o Aeroscreen.
 
Além de agradar aos olhos, o Shield também é visto como o mais eficiente dos protetores de cockpit. Na comparação com o Halo – testado ao longo de 2016 pelas equipes da F1, mas rejeitado no começo de 2017 –, o escudo protege ainda mais o piloto, mas sem afetar a visibilidade.
 
POSTURA DA GLOBO NA CORRIDA DO MILHÃO DA STOCK CAR MOSTRA DESPREZO PELO AUTOMOBILISMO