Atraso da McLaren na preparação para 2015 impede até virada, admite Button: “Não estamos vindo de lugar algum”

Jenson Button foi realista ao falar do início da temporada 2015 da McLaren. O inglês entende que o atraso na preparação da equipe vai impedir até uma eventual virada ao longo do campeonato

A McLaren vive um início de parceria com a Honda bastante tumultuada, por conta das seguidas falhas apresentadas pela unidade de força construída pelos japoneses. A pré-temporada foi prejudicada em diversos dias por causa dos contratempos, e a equipe acabou acumulando pouca quilometragem com o MP4-30 ao longo das três baterias de testes na Espanha.

Diante disso, Jenson Button foi realista ao falar sobre suas expectativas para a temporada que começa já na próxima semana, em Melbourne, na Austrália. Por conta do atraso na preparação para o Mundial, Button não vê uma virada da McLaren no decorrer do ano, repetindo um pouco a receita da Red Bull em 2014.

Jenson Button (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

No campeonato passado, a equipe austríaca também enfrentou problemas diversos durante sua pré-temporada, muito em função das falhas do motor Renault. Ao longo da disputa, entretanto, o time conseguiu se recuperar, venceu três vezes e ainda fechou a conta como vice-campeã.

O campeão de 2009 não acredita que o mesmo vá acontecer, porque simplesmente a esquadra inglesa “não está vindo de lugar algum”, mas sim iniciando uma nova parceria. “Não vamos dar uma virada, pois não estamos vindo de lugar algum. Essa é uma nova parceria e todos estão muito animados com ela”, disse o britânico.

“Vai ser algo grande no futuro. Vamos conquistar muito. Mas tem muito trabalho antes disso. Você precisa se lembrar de que todas as outras equipes e montadoras percorreram milhares de quilômetros no ano passado. Nós temos que tirar o atraso e não vai ser fácil brigar com os caras na frente”, completou.

Jenson, por fim, demonstra otimismo. “Não vai ser do dia para a noite. Mas podemos ver progresso. O que quer que seja que a gente vai ter em Melbourne, ainda vai ter muito pela frente”, encerrou o piloto de 35 anos.

POR QUE NÃO CONVENCE?

Já se vão quase duas semanas de um fato que tirou o foco do que foi feito durante toda a pré-temporada da F1 2015. O carro camuflado que virou roxo, o outro que assombrou com pneus mais lentos, o terceiro confiável e o quarto que deixou o vermelho de vergonha para resgatar sua glória foram abafados pelo prateado que voltava a carregar um piloto que tenta sua última cartada para voltar a ser campeão e que estampou um muro em Barcelona. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube