Band faz apresentação oficial e promete exibir Fórmula 1 “até acabar champanhe no pódio”

Emissora apresentou oficialmente nesta quinta-feira o time completo da transmissão e detalhou os planos de cobertura da Fórmula 1 em 2021

A diferença do carro da Haas do ano passado para 2021 (Vídeo: Haas)

A Band reuniu nesta quinta-feira (4) a imprensa para apresentar oficialmente seu mais novo produto: a Fórmula 1. O evento, que seria previamente aberto a convidados na sede da emissora, em São Paulo, passou a ser pela internet para evitar aglomerações em meio ao avanço da pandemia do coronavírus. A notícia principal é que o pódio, relegado pela Globo nos últimos anos de transmissão, volta a ser exibido.

“A cobertura vai ser robusta e completa. O pódio será transmitido ao vivo até acabar o champanhe”, disse Denis Gavazzi, diretor de Esportes, ao lado do narrador Sérgio Maurício, os comentaristas Reginaldo Leme, Felipe Giaffone e Max Wilson, a repórter Mariana Becker e o diretor de esportes Denis Gavazzi.

O time de transmissão da Fórmula 1 da Band a partir de 2021 (Foto: Tatiane Moreno/Band)

A oportunidade da Band de adquirir os direitos do Mundial surgiu após desistência da Globo. A televisão carioca não chegou a acordo com a Fórmula 1 e optou por encerrar vínculo de longa data. A ida da principal categoria do automobilismo para a emissora paulista é mais um sinal de uma guinada: são agora quatro certames no mesmo canal, incluindo também Indy, Stock Car e Copa Truck.A emissora do Morumbi vai mostrar todas as provas ao vivo. Já a classificação, que define o grid de largada, será exibida pelo BandSports, bem como os treinos livres.

No pacote que envolveu a Fórmula 1, a Band também vai transmitir a Fórmula 2 e a Fórmula 3. As duas principais categorias serão mostradas no canal pago.

Sérgio Maurício deixou o Grupo Globo para se juntar à equipe e afirmou.Minhas expectativas são as melhores possíveis, porque depois de 29 anos trabalhando no Grupo Globo de Comunicação, venho para outra empresa que tem uma tradição enorme no mundo esportivo. Dar continuidade ao que já estava sendo feito pela outra emissora, principalmente tendo o Brasil como o único país do mundo onde uma televisão aberta transmite a Fórmula 1, mostra toda a dimensão do que esta modalidade representa para o brasileiro. É uma cultura que vem desde os anos 70 e que a Band resgata agora para dar um tratamento ainda melhor.”

Esteban Ocon anda com o A521, da Alpine, pela primeira vez em Silverstone (Vídeo: Alpine)

O comentarista Reginaldo Leme, que já estava na equipe da Band desde o ano passado para cobrir a Stock Car, disse que o trabalho será “espetacular”. “Primeiro porque formamos um grande time e segundo porque é uma equipe de gente que se conhece e ama o que faz. Nunca trabalhei em uma equipe que fosse 100% de profissionais apaixonados pelo automobilismo. Sinto que aqui vou ter muito espaço e ficar mais à vontade para contar todas as histórias da modalidade. Existe um desejo de fazer uma transmissão mais ampla e acredito que na Band terei a oportunidade de mostrar a minha vivência de 47 anos nesta área”, disse o comentarista.

Felipe Giaffone, que volta à Band após passagem na Globo, relembrou sua experiência como comissário da F1, que será importantíssima para esse novo momento como comentarista da Band. “Estou muito animado com esta nova etapa da minha carreira. Apesar de nunca ter guiado um carro de Fórmula 1, trabalhei nos últimos 10 anos como comissário da Federação Internacional de Automobilismo, na parte de análise de acidentes, então ganhei muita experiência. Minha vida é 100% ligada ao automobilismo. Minha família tem tradição nas construções dos carros da Stock Car e, no meu dia a dia, trabalho com competições de kart e como promotor de eventos, então tudo está relacionado às corridas”, comentou.

Max Wilson relembrou sua ligação com a emissora e a história que ela possuí com o esporte. “Me sinto muito grato em estar tendo essa oportunidade na Band. Lembro que, quando criança, assistia ao ‘Show do Esporte’ o dia inteiro com meu pai. Para mim, a Band sempre foi o canal do esporte, muito antes de existir TV a cabo aqui no Brasil. Eu já piloto há mais de 35 anos e, por ter essa vivência, tenho uma visão um pouco diferente do que acontece na pista, quais são as estratégias das equipes e o que, muitas vezes, passa na cabeça do piloto. Essas informações técnicas de quem já esteve ali na pista fazem com que a transmissão fique ainda mais completa”, afirmou o comentarista.

De Mangueira a Watermelon Sugar: Aston Martin surge com ‘verde inglês’ na volta à Fórmula 1 (Vídeo: Aston Martin)

Comandando as reportagens in loco, a experiente Mariana Becker ressaltou a importância da categoria continuar sendo transmitida no Brasil. “É essencial uma emissora aberta seguir transmitindo a Fórmula 1 no Brasil. O fã do automobilismo precisa continuar a ter esse acesso. São quarenta anos que, às vezes, gerações da mesma família acompanham o esporte. Acredito que na Band teremos um espaço muito maior para poder explorar o mundial. A ideia é despertar o interesse não só das pessoas que entendem da modalidade, como também de quem não conhece e pode começar a se apaixonar”, afirmou.

A temporada 2021 do Mundial de Fórmula 1, tendo agora a Band como emissora responsável pelas transmissões no Brasil, vai começar em 28 de março com a disputa do GP do Bahrein. Duas semanas antes, por três dias e a partir do dia 12, a principal categoria do esporte a motor vai realizar a única sessão de testes de pré-temporada, também no circuito de Sakhir.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube