Berger afirma que Ferrari deveria escolher jovem piloto para vaga de Massa em 2013

Ex-piloto da escuderia italiana, Gerhard Berger disse que a Ferrari deveria promover Nico Hülkenberg ou Paul Di Resta para a vaga de companheiro de Fernando Alonso na temporada 2013 da F1

No que depender de Gerhard Berger, os dias de Felipe Massa na Ferrari já estão contados. O piloto austríaco, que competiu pela escuderia italiana entre os anos de 1987 a 1989 e 1993 a 1995, afirmou que o time de Maranello deveria considerar um jovem piloto para a vaga do brasileiro na próxima temporada.

Na opinião do austríaco, o bom resultado no GP do Japão, quando terminou no segundo lugar, não deveria ser determinante pela manutenção de Massa e por isso a Ferrari poderia escolher promover um dos pilotos da Force India – Nico Hülkenberg ou Paul Di Resta – para o próximo campeonato.

Gerhard Berger afirmou que o desempenho de Massa no Japão não deveria ser levado tão em conta (Foto: Red Bull/Getty Images)

“Isso não faz sentido. Uma corrida nunca faz a diferença”, disse o ex-piloto ao jornal alemão ‘Bild’. “Eu colocaria Hülkenberg ou Di Resta no seu lugar. Eles são jovens e rápidos, exatamente o que a Ferrari precisa para lutar pelo Mundial de Construtores”, declarou.

Apesar da opinião de Berger, a Ferrari já havia afirmado que não está impressionada com nenhum jovem piloto e por isso entende que não há necessidade de fazer loucuras para a contratação de alguma promessa.

O austríaco atualmente trabalha para a FIA na organização de campeonatos de acesso no esporte a motor além de acompanhar a carreira do sobrinho, Lucas Auer, que terminou com o vice-campeonato na temporada 2012 da F3 Alemã.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube