Bianchi comemora rápida adaptação a F2012 e dia “completamente positivo” em Magny-Cours

Mais uma vez à bordo de um carro da Ferrari nos testes de novatos da F1, Jules Bianchi enfrentou um problema elétrico no fim das atividades em Magny-Cours, porém, nada que lhe atrapalhasse na conquista do melhor tempo do dia

Piloto da Academia da Ferrari e reserva da Force India em 2012, o francês Jules Bianchi teve seu primeiro contato com a F2012 nesta terça-feira (11), em Magny-Cours, na França. E foi ele o mais rápido do primeiro dia de testes de novatos na pista que não recebia as equipes da F1 desde 2008.

Com um tempo de 1min18s070, Bianchi desbancou os outros dois pilotos que participaram da atividade, o brasileiro Luiz Razia, de Force India, e o inglês Sam Bird, de Mercedes. O jovem piloto foi colocado pela Ferrari para avaliar o comportamento de algumas atualizações desenvolvidas pela Ferrari, que lidera o Mundial com Fernando Alonso.

(Foto: Ferrari)

“Hoje nós testamos vários componentes aerodinâmicos que não são grandes evoluções para o carro, mas coisas que já tentamos às sextas-feiras nas corridas e trouxemos para cá, para confirmar algunas informações”, declarou Bianchi.

O trabalho não foi complicado, segundo Bianchi, que disse ter se adaptado rapidamente ao bólido ferrarista: “Eu me senti confortável imediatamente e tinha um bom ritmo”.

No fim do treino, porém, ele precisou permanecer nos boxes devido a um “pequeno” problema elétrico. “Apesar disso, foi um dia completamente positivo: eu gosto muitode andar nesta pista e suas características são particularmente boas para treinos”, elogiou.

Bianchi é o terceiro colocado no campeonato de 2012 da World Series, com 125 pontos. À sua frente estão o holandês Robin Frijns, com 131, e Bird, com 126. Nesta quarta-feira, o francês dará lugar ao italiano Davide Rigon.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube