Bird avalia primeiro dia de testes para pilotos novatos em Magny-Cours como “produtivo”

Último colocado no primeiro dia de testes para pilotos novatos, Sam Bird não ligou para sua posição na atividade e avaliou sua atividade nesta terça-feira (11) pela Mercedes como positiva

Em Magny-Cours para o teste de novatos, Sam Bird foi o último colocado entre os três carros que entraram na pista nesta terça-feira (11). Mas o resultado pouco importou para a Mercedes, que estava focada em avaliar um novo escapamento e o desempenho dos pneus Pirelli, uma pedra no sapato da equipe neste ano. Ao longo das 95 voltas, o inglês completou 419 km rodados e vai seguir trabalhando com a equipe amanhã.

"Nós tivemos um dia muito produtivo do teste de hoje e fomos capazes de completar tudo o que havíamos planejado em nosso programa”, explicou o piloto. “Foi ótimo estar de volta ao carro novamente e eu apreciei cada minuto nele. Eu havia pilotado em Magny-Cours anteriormente em um carro de F3 e foi bom andar hoje em um carro de F1”, disse.

Bird focou o dia em testes nos pneus e no novo escapamento da Mercedes (Foto: Circuito de Magny-Cours/Facebook)

O piloto aproveitou para elogiar o circuito, que, ao receber o teste para novatos, mostra que deseja ser a sede da volta da França ao calendário da F1 na próxima temporada. As negociações ainda estão acontecendo e não há dia para uma resposta.

“O desenho da pista é agradável e suave ao mesmo tempo, sendo bastante desafiador. Reunimos uma série de dados de hoje que vai levar algum tempo para avaliarmos esta noite, mas já prevejo outro bom dia de testes amanhã”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube