Bottas afirma que problemas da Williams mascaram seu real potencial como piloto

Fazendo sua temporada de estreia no Mundial de F1, o finlandês Valtteri Bottas disse que tem muito mais para mostrar do que conseguiu fazer neste início de ano

Valtteri Bottas está decepcionado com a má-forma da Williams em 2013. Estreante da temporada 2013 do Mundial de F1, o finlandês garante que poderia fazer bem mais se tivesse um carro competitivo em mãos. Satisfeito com a própria performance, foi enfático ao dizer que "há mais por vir".

Nem ele, nem Pastor Maldonado conseguiram pontuar nas seis primeiras corridas do campeonato. A essa altura do campeonato de 2012, a equipe de Grove já somava 44 pontos e ainda celebrava a vitória do venezuelano no GP da Espanha.

“Ninguém esperava que nós não teríamos nenhum ponto até agora, pois todos estavam esperando que a gente daria um passo à frente em relação ao ano passado. As coisas que estou fazendo dentro do carro, talvez algumas coisas boas, são difíceis de ver do lado de fora”, afirmou Bottas.

Maldonado e Bottas não conseguem engrenar com a Williams (Foto: Getty Images)

“Tudo o que posso fazer é dar o meu melhor o tempo todo”, continuou. “Tenho um feedback positivo da equipe, ainda estou aprendendo o tempo todo e estou alcançando o ritmo do Pastor, estamos bem próximos,” avaliou o novato.

Mesmo assim, apesar das dificuldades encontradas, o piloto ainda não quer falar do futuro na Williams. “Ainda é muito cedo para pensar nisso”, minimizou.

“Apenas me mantenho focado na próxima corrida, e na seguinte, e na seguinte. Não é a primeira temporada mais fácil, o carro é bem difícil e estamos tentando melhorar, então, definitivamente, é um grande desafio para mim. Mas eu gosto disso”, assegurou Bottas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube