Bottas aponta dificuldade com traseira da Mercedes em escorregadia pista de Portimão

Valtteri Bottas liderou os dois treinos livres desta sexta-feira em Portimão, mesmo com certo problema no carro e com a pista fora do que enxerga como ideal

Nenhuma novidade: Valtteri Bottas liderou a sexta-feira (23) de treinos livres em Portimão, palco do GP de Portugal do próximo domingo. E, também como costuma ser, comentou poucos detalhes interessantes de suas sessões.

Desta vez, Bottas se focou em dois pontos: na pista de Portimão, uma novidade na categoria, e no que encontrou de dificuldades com sua Mercedes, mesmo com a melhor marca do dia, que foi de 1min17s940.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Valtteri Bottas em Portugal (Foto; Beto Issa/Grande Prêmio)

“Nas curvas lentas, tive algumas dificuldades com a traseira do carro, mas os tempos por volta foram bons. Como sempre, ainda há muito o que fazer amanhã”, comentou.

“A pista estava bem escorregadia, me lembrou muito de quando estávamos em Sóchi, ou Austin, pela primeira vez, e pilotamos com asfalto novo. Esse tipo de asfalto é difícil em termos de aderência. Assim que você a perde, perde também o carro rapidamente, e por isso vimos tantas rodadas hoje”, seguiu.

Para Bottas, a aderência da pista de Portimão vai melhorar durante o final de semana, e o carro da Mercedes “está próximo de onde eu quero que esteja. Os tempos já mostram isso”, finalizou.

A Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado em Portimão. O treino livre 3 está marcado para 7h (de Brasília), enquanto a sessão que vai definir o grid de largada do GP de Portugal acontece às 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube