F1

Bottas defende estratégia e nega que tenha sacrificado performance na Itália para beneficiar Hamilton

Valtteri Bottas saiu em defesa da estratégia adotada pela Mercedes no GP da Itália e negou que tenha sacrificado sua corrida em prol de Lewis Hamilton

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Valtteri Bottas foi uma peça chave no triunfo de Lewis Hamilton em Monza, mas negou que tenha sacrificado sua corrida em prol do companheiro de Mercedes. O #44 venceu o GP da Itália, enquanto o finlandês ficou com o terceiro posto após uma punição da Max Verstappen.
 
Bottas não teve um bom início de GP na Itália, mas ficou mais tempo na pista e aproveitou para segurar Kimi Räikkönen e facilitar a aproximação de Hamilton. Depois de parar, o finlandês ainda protagonizou um bom duelo com Verstappen pelo terceiro lugar.
Valtteri Bottas negou que sua corrida tenha sido sacrificada por Lewis Hamilton (Foto: AFP)
“Quando analisamos tudo, todos os cenários para a corrida, vimos que comigo largando em quarto e Lewis em terceiro atrás da Ferrari não tinha sentido optar pela estratégia ideal e que tínhamos a oportunidade de eu ficar por mais tempo na pista”, disse Bottas. “Acho que, no fim, foi bom ter os pneus novos para atacar no final e, também, ao mesmo tempo, isso beneficiou Lewis, ajudando o time”, continuou.
 
“Eu não diria que sacrifiquei a minha corrida, porque a janela de pit-stops aqui é muito grande com os pneus que tínhamos neste fim de semana”, apontou.