F1

Bottas destaca “desempenho de time vencedor” da Williams e se defende em disputa com Räikkönen: “Não tive culpa”

Valtteri Bottas conseguiu a terceira colocação no GP do México. O finlandês exaltou a performance da Williams dentro e fora da pista e se defendeu pelo acidente com o compatriota Kimi Räikkönen

Warm Up / GABRIEL CURTY, de São Paulo
Valtteri Bottas foi um dos bons nomes do GP do México deste domingo (1). O finlandês teve bom ritmo, ficou sempre na frente do companheiro Felipe Massa e relargou bem para superar Daniil Kvyat e, atrás apenas das Mercedes, atingir seu segundo pódio no ano, em terceiro.
 
Ainda no pódio, Bottas exaltou a performance e o trabalho de estratégia da Williams. Para o piloto do carro #77, desempenho de time vitorioso.
 
"Primeiramente eu gostaria de dizer um muito obrigado para este time. Fizemos um trabalho fantástico hoje, corremos como um time vencedor", disse.
Bottas ficou em terceiro no México (Foto: Reprodução)
O finlandês da Williams falou do choque com o compatriota Kimi Räikkönen, o segundo no ano, e garantiu que o ferrarista não deu qualquer espaço para evitar o contato.
 
"Eu tive um certo contato com o Kimi e não era assim que as coisas tinham de ter terminado, mas ele simplesmente não me deu espaço, eu não tinha para onde ir", completou.
Bottas e Kimi se encontraram de novo...desta vez no México (Foto: Reprodução/Twitter)
Já na coletiva dos três primeiros, Bottas novamente falou do incidente, lamentando o contato com o compatriota.

"Eu tentei a ultrapassagem na curva 5 e nós colidimos. Foi uma pena que isso tenha terminado assim, mas eu não tive culpa. Não teria problema em falar com ele, mas acho que não temos nada a dizer um para o outro", falou.
 
Com o segundo pódio no ano, Bottas chegou aos 126 pontos, retomando a terceira colocação no Mundial de Pilotos. 

A próxima etapa do Mundial será daqui a 15 dias, o GP do Brasil. A corrida terá cobertura completa e ‘in loco’ do GRANDE PRÊMIO.