Bottas diz que carro da Mercedes “ainda não convenceu” em Austin

Valtteri Bottas não gostou de seu desempenho na sexta-feira (1) de treinos livres para o GP dos EUA. E também reclamou do carro que a Mercedes lhe entregou nesta primeiro dia em Austin

Enquanto Lewis Hamilton fez o melhor tempo do dia, o único piloto que pode tirar o título do britânico ficou para trás: na segunda sessão, a sem testes dos pneus de 2020, Valtteri Bottas foi apenas quinto – pela manhã, havia sido 17°.

Desta forma, o vice-líder do Mundial não escondeu a frustração com o que apresentou na pista nesta sexta-feir (1) em Austin.

"NA primeira sessão nos concentramos nos testes de pneus para o ano que vem, por isso os tempos de volta não foram os melhores. O bom é que recolhemos muitos dados que serão de grande ajuda. Estava frio e foi difícil aquecer os pneus. O circuito está com muita ondulação. A primeira curva já começa difícil."

"Acho que está todo mundo muito próximo entre as três melhores equipes. Não andei bem no segundo treino livre e perdi muito tempo nas retas. O carro não me convenceu completamente, temos que analisar estes problemas durante a noite", completou o finlandês.

Valtteri Bottas (Foto: AFP)
Paddockast #40
QUEM VOCÊ ENTREVISTARIA NO GP DO BRASIL?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Bottas tem 289 pontos e é o único que pode tirar o título de Hamilton, que tem 74 a mais – com 78 pontos em jogo. Para manter o sonho vivo, Bottas precisa vencer a prova e torcer para Hamilton não pontuar.

A F1 volta a acelerar no Circuito das Américas na tarde deste sábado, a partir de 15h (horário de Brasília), com o terceiro treino livre, enquanto a sessão classificatória acontece às 18h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL. Siga a cobertura aqui.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube