Bottas diz que Maldonado serve como referência nos primeiros GPs na F1: “Ele é rápido e experiente”

O finlandês disse que espera continuar se comparando ao companheiro de equipe nas primeiras corridas da temporada 2013, enquanto a Williams tenta resolver o problema da falta de desempenho na Austrália

O primeiro GP da carreira de Valtteri Bottas não aconteceu exatamente da maneira que o finlandês esperava. Embora tenha largado na frente de Pastor Maldonado e tenha sido o único carro da Williams a receber a bandeira quadriculada na Austrália, o finlandês lamentou a falta de desempenho geral da equipe inglesa, que conseguiu apenas a 14ª colocação no final.

Mesmo com os problemas iniciais, o estreante afirmou que está contente em poder dividir a equipe com Maldonado. Bottas disse que o venezuelano serve como referência nessas primeiras corridas na F1 e espera poder aprender algumas coisas com a experiência do companheiro de equipe.

Bottas afirmou que Maldonado é uma boa referência (Foto: Williams)

 

As imagens desta quinta em Sepang
A volta virtual em Sepang, narrada por Massa
Especial F1 2013, a temporada que vem com rótulo de imprevisível

“Pastor é uma referência muito boa. Ele é um piloto rápido, está no terceiro ano na Williams, então para mim definitivamente é bom me comparar a ele e também ver com ele se tenho coisas a melhorar. Espero continuar próximo dele e manter esse bom início de temporada, além de tentar melhorar cada vez mais, mas ele realmente é uma boa referência e eu prefiro assim”, declarou.

Quanto ao GP da Austrália, Bottas se disse satisfeito com o desempenho na estreia, já que não teve problemas durante a corrida, mas reconheceu que toda a equipe Williams esperava um resultado melhor que a 14ª colocação na classificação final.

“Eu aprendi muita coisa em meu primeiro GP. Foi complicado, mas também foi bom ver tudo dando certo sem maiores problemas. Claro que gostaríamos de ter terminado em uma posição muito melhor, e todos estavam esperando muito mais da gente, incluindo nós mesmos, então, do meu lado, acho que não foi uma corrida ruim, mas definitivamente não foi o resultado que buscávamos”, lastimou.

O novato, porém, se mostrou confiante em dar a volta por cima já neste fim de semana, na Malásia, pois a Williams identificou alguns dos problemas de Melbourne. “Eu não vou entrar em detalhes, mas agora entendo melhor o que saiu errado. O carro tem potencial. O desempenho esta lá, nós apenas precisamos extraí-lo e, para este GP, já podemos consertar algumas coisas. Então vamos ver amanhã onde nós estaremos”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube