Bottas encerra semana com 1-2 da Mercedes em dia de quebras e problemas

A Mercedes completou a primeira semana de testes coletivos da pré-temporada em Barcelona tranquila com mais 1-2 puxado por Valtteri Bottas. Em situação contrastante, a Ferrari teve quebra e Sebastian Vettel apenas em 13º

A primeira semana de testes coletivos da pré-temporada da F1 em Barcelona teve a Mercedes como centro das atenções em 100% do tempo. Nos três dias, os prateados dominaram os assuntos, duas vezes com 1-2 e a outra mostrando para o mundo o polêmico sistema DAS. Nesta sexta-feira (21), Valtteri Bottas na frente com Lewis Hamilton em segundo.

O finlandês andou pela manhã e conseguiu estabelecer aquela que foi a melhor marca da primeira semana toda: 1min15s732 com os pneus C5, os mais macios da atividade. Hamilton completou 72 voltas, sete a mais que o companheiro, mas ficou 0s784 atrás.

Foi um dia marcado por muitas bandeiras vermelhas. Pela manhã, Williams e Ferrari tiveram problemas, algo que se repetiu durante a tarde com a Renault. E teve também Kevin Magnussen, que chegou a bater sua Haas.

A realidade é que os principais tempos da manhã foram bem pouco atacados. Tirando Hamilton, que assumiu o carro da Mercedes após o almoço, Esteban Ocon, Lance Stroll e Daniil Kvyat mantiveram suas marcas ali dentro do top-5.

Antonio Giovinazzi, Daniel Ricciardo, Max Verstappen, Pierre Gasly e Alexander Albon completaram o grupo dos dez mais rápidos do dia, em mais um desempenho não mais que mediano da Red Bull.

Bem pior foi a situação da Ferrari, que teve uma quebra na manhã e não conseguiu nem boas simulações de corrida pela tarde, fechando com Sebastian Vettel em um modestíssimo 13º lugar.

O GRANDE PRÊMIO cobre AO VIVO, em TEMPO REAL e ‘in loco’ os testes de pré-temporada da F1 em Barcelona com o repórter Vitor Fazio. Siga tudo aqui.

Valtteri Bottas liderou o dia 3 (Foto: Mercedes)

Saiba como foi a tarde do terceiro dia de pré-temporada da F1

 

Com céu azul e 17ºC de temperatura ambiente, a F1 recomeçou os trabalhos para encerrar a primeira semana de pré-temporada. 

 
Daniel Ricciardo se preparava para entrar no carro da Renault. O sorriso mais famoso do grid foi uma das novidades da tarde. Lewis Hamilton também acelerou depois de voltar ao cockpit da Mercedes. Outra novidade foi Lando Norris, no lugar de Carlos Sainz na McLaren.
 
Alexander Albon entrou no lugar de Max Verstappen na Red Bull. Pierre Gasly substituiu Daniil Kvyat no novo AlphaTauri AT01. Por fim, Kevin Magnussen pilotou a Haas depois de Romain Grosjean ter guiado o VF-20 pela manhã
 
A principal novidade do começo da tarde foi a volta de Sebastian Vettel à pista. A Ferrari efetuou a troca de motor para o alemão recomeçar os trabalhos após o almoço. O tetracampeão iniciou um stint com pneus duros (C2).
Esteban Ocon deixou a Renault perto do topo (Foto: Renault)
A terceira bandeira vermelha do dia — e primeira da tarde — foi causada por Kevin Magnussen. O dinamarquês teve um furo no pneu quando passava pela curva 7, rodou e bateu bem de leve na barreira de proteção. O treino foi interrompido por 16 minutos. Quando a luz verde foi novamente acionada, Vettel, Gasly e Giovinazzi voltaram para a pista. Hamilton, também, com o britânico usando pneus C4 (macios).
 
O hexacampeão virou 1min18s198 na sua primeira volta cronometrada. Tempo que o colocou provisoriamente em oitavo. Em seguida, Hamilton foi aos boxes, trocou os pneus C4 pelos C3 (médios) e regressou à pista para marcar 1min17s111, somente 0s009 mais lento que Esteban Ocon, mas tempo bom o bastante para colocá-lo em terceiro.
 
Só que a melhor volta do stint ainda estava por vir. Hamilton virou 1min17s091. Segundo melhor tempo do dia para o hexacampeão, 1s359 atrás de Bottas, antes de voltar para o pit-lane e iniciar o treino de largadas.
Pierre Gasly andou no meio da tabela com a AlphaTauri (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Depois de sair dos boxes com um novo jogo de pneus médios (C3), Hamilton assinalou 1min16s642, mas ainda quase 1s do tempo do companheiro de equipe.

Os tempos seguiam sem mudar no início da segunda metade da sessão da tarde, com Hamilton dando uma escapada justamente quando usava os C4. Vettel, por sua vez, ia aos boxes depois de uma simulação de corrida bem irregular.

O asfalto ia ficando bem mais frio, mas ainda Lewis cortou para 0s784 a desvantagem para Bottas, em um 1-2 bem tranquilo da Mercedes com 0s6 de frente para a Renault de Ocon.

Lance Stroll e sua 'Mercedes rosa' (Foto: Pirelli)

A quarta bandeira vermelha veio quando Ricciardo ia entrando pela curva 9 e, de repente, ficou sem potência. A Renault pediu na hora para o australiano parar o carro, que demorou bons minutos para ser resgatado da pista. 

A bandeira verde voltou depois de um show de simpatia de Ricciardo com o público enquanto seu carro era rebocado e os tempos demoraram a mudar na pista. Era tudo ali em um detalhe ou outro, como Giovinazzi trocando de posição com Verstappen.

Parecia difícil, mas Daniel ainda voltou para a pista e, de quebra, melhorou bem sua marca, se colocando na sétima colocação com 1min17s5, 0s5 mais lento que o companheiro Ocon.

F1 2020, Barcelona, Teste coletivo, Dia 3:
 

1 V BOTTAS Mercedes 1:15.732  
2 L HAMILTON Mercedes 1:16.516 +0.784
3 E OCON Renault 1:17.102 +1.370
4 L STROLL Racing Point Mercedes 1:17.338 +1.606
5 D KVYAT AlphaTauri Honda 1:17.427 +1.695
6 A GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 1:17.469 +1.737
7 D RICCIARDO Renault 1:17.574 +1.842
8 M VERSTAPPEN Red Bull Honda 1:17.636 +1.904
9 P GASLY AlphaTauri Honda 1:17.783 +2.051
10 A ALBON Red Bull Honda 1:18.154 +2.422
11 C SAINZ JR McLaren Renault 1:18.274 +2.542
12 R GROSJEAN Haas Ferrari 1:18.380 +2.648
13 S VETTEL Ferrari 1:18.384 +2.652
14 L NORRIS McLaren Renault 1:18.454 +2.722
15 N LATIFI Williams Mercedes 1:19.004 +3.272
16 K MAGNUSSEN Haas Ferrari 1:19.709 +3.977

Paddockast #49
RAÍ CALDATO: O ARTISTA PREFERIDO DE LEWIS HAMILTON

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube