Bottas lamenta erro em volta rápida, mas se vê na briga por vitória na Bélgica

Valtteri Bottas esteve distante da briga pela pole-position, mas vê chances de virar o jogo em ritmo de corrida. O piloto da Mercedes, quarto no grid, acredita que o déficit para a Ferrari vai cair no domingo

Valtteri Bottas não conseguiu uma volta limpa no Q3 do treino classificatório do GP da Bélgica, realizado neste sábado (31). O finlandês virou coadjuvante em um dia que acabou com holofotes voltados à dupla da Ferrari e a Lewis Hamilton. Largando em quarto, Bottas mantém a calma e o foco na briga pela vitória.
 
“Eu me senti bem, mas sofri com a curva 1 por conta do vento”, disse Bottas. “Fica mais fácil cometer erros ali. Minha volta foi boa, mas também errei na minha mais rápida. O terceiro lugar era possível, só que a Ferrari também estava muito rápida”, seguiu.
Valtteri Bottas larga em quarto no domingo (Foto: Mercedes)

A aposta de Bottas é no ritmo de corrida. O finlandês acha que a Mercedes vai se aproximar da Ferrari após ficar muito atrás em voltas rápidas. Um aliado nesse sentido pode ser a previsão de queda nas temperaturas – o calor já se mostrou ponto fraco da Mercedes na fase europeia do campeonato.

 
“Significa que vai estar mais frio”, brincou, perguntado sobre o significado das temperaturas mais baixas. “Estou otimista para o domingo porque nosso ritmo de corrida é bom. Lutar pela vitória estando em terceiro e quarto é possível, certamente. Isso é muito positivo. Domingo é o dia mais importante e nós veremos o que vai acontecer na corrida”, encerrou.
 
Bottas ficou 0s1 atrás de Hamilton, que, por sua vez, foi derrotado por pouco por Sebastian Vettel na briga pelo segundo lugar. Quem sobrou mesmo foi Charles Leclerc, 0s748 melhor que o alemão.


 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube