Bottas pede que Williams reavalie estratégia adotada no GP da Inglaterra: “Odeio ficar pensando no ‘se'”

Valtteri Bottas está certo de que o resultado da Williams no GP da Inglaterra poderia ter sido bem melhor do que o quarto e o quinto lugares conquistados, mas as ordens dadas pela equipe atrapalharam

Valtteri Bottas odeia pensar no "se", mas terminou assim o GP da Inglaterra. E, por isso, o finlandês pensa que a Williams precisa reanalisar cuidadosamente a corrida e concluir como poderia ter conquistado um possível resultado melhor do que o quarto e o quinto lugares quando, na verdade, liderou as 20 voltas iniciais com Felipe Massa.

Bottas, que estava em segundo e terminou apenas em quinto, sentiu que tinha um carro mais rápido que o do brasileiro. No entanto, não conseguiu ultrapassar, e reclamou que, em duas vezes em que teve esta chance, estava impedido de fazê-lo pela equipe.

Ele acredita que era mais rápido que Massa no princípio da prova e, caso estivesse à frente, poderia ter ampliado a vantagem para as Mercedes.

O modo de operar nas corridas, portanto, precisa ser revisto.

Felipe Massa e Valtteri Bottas assumiram a ponta da corrida na primeira volta (Foto: Beto Issa)

"Precisamos olhar melhor como poderíamos ter conseguido o melhor resultado na corrida. Não vou dizer nada mais do que isso, mas possivelmente pode ter havido algo que a gente pudesse ter feito melhor. Apenas odeio ficar pensando no 'se'. E foi isso que aconteceu", afirmou o piloto.

 
"É claro que precisamos analisar se algo poderia ter sido melhor, possivelmente sim. Não quero dizer muito. Já fui bem claro de que eu tinha um pouco mais de ritmo naquele momento, mas isso é o automobilismo", acrescentou.

O engenheiro-chefe Rob Smedley já defendeu a atitude de sua escuderia e a tática "de sempre" adotada em Silverstone. E reiterou que não é a intenção da Williams favorecer um piloto em detrimento do outro. "Não queremos favorecer um piloto ou outro, de forma alguma. É um esforço coletivo e queríamos marcar a maior quantidade possível de pontos. A equipe vem antes de todos. É o time do Frank, isso é claro, e este era o nosso objetivo número 1: marcar os pontos para a equipe", assegurou.

A Williams está na terceira posição no Mundial de Pilotos com 151 pontos, 60 a menos que a Ferrari. A próxima corrida acontece na Hungria, daqui a duas semanas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube