Bottas revela pedido da Mercedes para acelerar mais, mas assume culpa por batida

Valtteri Bottas levou muito a sério o pedido da Mercedes para forçar mais o ritmo na luta contra Lance Stroll. O finlandês rodou e bateu, erro pelo qual assume culpa, entendendo que precisava de paciência para levar o resultado

Valtteri Bottas colocou tudo em jogo para alcançar um pódio neste domingo (28) em Hockenheim, mas saiu derrotado. O finlandês recebeu ordens de andar mais rápido, postura que fez o finlandês passar da linha e bater forte já nas voltas finais do GP da Alemanha. Mesmo assim, Valtteri é direto ao ponto: a culpa pelo abandono não cabe a ninguém além dele próprio.
 
Bottas pressionava Lance Stroll em briga que valia o terceiro lugar. A pista estava majoritariamente seca, mas ainda era traiçoeira para os pilotos. 
 
“É tão fácil cometer erros nessas condições”, recordou Bottas. “É claro que eu aprendi muito hoje, eu próprio cometi um erro. A equipe me avisou que precisava acelerar mais para pegar um pódio. Aí eu comecei a acelerar tanto quanto podia e claramente eu acelerei demais”, seguiu.
Valtteri Bottas teve um domingo digno de esquecimento (Foto: AFP)

“É meu erro, talvez eu devesse ser mais calmo. Se eu não tentasse tanto assim ainda poderia somar pontos. É tão fácil errar nessas condições. Deveria ser uma corrida sem erros, mas aconteceu”, lamentou.  

 
Ao bater, Bottas deixou escapar a chance de golpear um Lewis Hamilton que estava de mãos atadas. O líder do Mundial de Pilotos estava fora da zona de pontos após cometer erro semelhante ao que Bottas cometeria pouco depois. A única diferença é que Lewis sobreviveu, seguindo em frente para terminar em 11º  – sem pontos. Dessa forma, o #77 segue com déficit de 39 pontos em relação ao #44.
 

Paddockast #26
Acidentes que alteraram carreiras

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube