Bottas traça meta de virar titular em 2013 e admite que apoio financeiro será importante na Williams

Com a carreira administrada pelo diretor-executivo da Williams, o reserva Valtteri Bottas não escondeu o desejo de se tornar piloto titular em 2013 na equipe inglesa

Atualmente terceiro piloto da Williams, Valtteri Bottas reiterou o desejo de assumir uma vaga de titular na equipe inglesa no próximo ano, acrescentando que pretende construir uma "longa carreira" ao lado do time capitaneado por Frank Williams na F1. Bottas tem a carreira administrada por Toto Wolff, que exerce o cargo de diretor-executivo da escuderia de Grove. Campeão da GP3 em 2011, o finlandês de 23 anos vem constantemente na temporada deste ano da F1 participando, no carro de Bruno Senna, dos treinos livres de sexta-feira.

Bottas é atualmente o terceiro piloto da Williams (Foto: Williams/LAT)

O jovem piloto disputou até agora 15 sessões e chegou a ser mais rápido que o titular Pastor Maldonado em cinco ocasiões. "É bom saber que consegui andar na frente de Pastor, mas ainda há um longo caminho a percorrer se você quer alcançar mais", disse Bottas à revista 'GP Week'.

"Eu realmente gosto muito de trabalhar com a Williams e com todo o seu pessoal. Eu me sinto em casa aqui. Além disso, a equipe possui uma grande história na F1. O ideal seria permanecer aqui e espero construir uma longa carreira com eles", completou.

Bottas, entretanto, admitiu que um forte aporte financeiro também será  importante na hora de negociar com o time britânico, especialmente porque tanto Maldonado quanto Senna levaram à equipe patrocinadores de peso. "Isso ajuda se você tiver algum tipo de apoio financeiro e, claro, estamos trabalhando com isso também", concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube