F1

Bottas vê melhora no confronto com Hamilton, mas reconhece: “2018 foi minha pior temporada”

Valterri Bottas avaliou que deu um passo à frente na comparação com Lewis Hamilton em relação ao campeonato passado, mas admitiu que 2018 foi sua “pior temporada” na F1
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Valtteri Bottas (Foto: Pirelli)
Valtteri Bottas acredita que 2018 foi a pior de suas seis temporadas na F1. No segundo ano na Mercedes, o #77 fechou o ano com o quinto posto no Mundial de Pilotos, 161 pontos atrás de Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe e campeão.
 
Na visão do finlandês, 2018 foi, inclusive, pior do que seu ano de estreia no Mundial. Em 2013, com a Williams, Valtteri somou apenas quatro pontos.
 
Neste ano, Bottas disputou a vitória nos GPs do Bahrein, da China e do Azerbaijão, mas terminou 2018 sem vitórias, já que recebeu ordens de equipe na Rússia, sua melhor chance no ano.
Valtteri Bottas reconheceu que teve sua pior temporada na F1 em 2018 (Foto: Mercedes)
Questionado se 2018 foi sua temporada mais desapontadora na F1, Bottas respondeu: “É, acho que sim”.
 
“A primeira temporada foi dura, mas você não pode comparar. Para a Williams de 2013, nós estávamos lutando atrás e eu senti no meu primeiro ano que estava meio que atingindo minhas metas”, recordou. “Aí, nas temporadas seguintes, eu guiei melhor e melhor, e aí veio essa”, seguiu.
 
“O ano passado foi bem diferente deste aqui. Foi meu primeiro ano com o time, meu primeiro ano contra Lewis. Eu me lembro que, nesta época no ano passado, a temporada tinha sido em geral desapontadora. Não atingi minhas metas”, recordou. “Mas agora, quando olho para trás, pelo menos eu venci algumas corridas. Então agora, neste momento, estou ainda mais desapontado. Acho que foi minha pior temporada até aqui”, reconheceu.
 
Embora desapontado, Bottas ainda tentou listas aspectos positivos da temporada 2018 da F1.
 
“Poderia, definitivamente, ter feito uma temporada diferente e agora, olhando para trás, é desapontador ver a maneira como tudo aconteceu. Mas têm coisas positivas e, enquanto você está desapontado com o fato de não ter terminado como poderia, pode ser muito difícil ver as coisas positivas”, ponderou. “Mas sei que quando tiver ferias, vou começar a ver esses aspectos positivos e eles são exatamente que tiveram muitas corridas onde minha performance poderia ter sido muito melhor em termos de pontos”, continuou.
 
“No geral, a minha performance de classificação e minha performance de corrida são melhores em comparação com Lewis do que no ano passado, então dei alguns passos à frente”, considerou. “É positivo, mas vamos esperar algumas semanas para olhar direito para esses aspectos positivos e também para as coisas negativas do meu lado para que eu possa me sair melhor no ano passado”, concluiu.