Brawn aponta trio do pódio em Mônaco como “a nova geração de campeões” da F1

Ross Brawn, diretor-esportivo da Fórmula 1, elogiou o desempenho de Max Verstappen, Carlos Sainz e Lando Norris, a “nova geração de campeões”, que subiu ao pódio do GP de Mônaco

Verstappen assume liderança da F1 após vitória: assista aos melhores momentos do GP de Mônaco (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Além da vitória de Max Verstappen, que mudou os rumos do Campeonato Mundial de 2021 da Fórmula 1, o GP de Mônaco entrou para a as estatísticas da categoria como o terceiro pódio mais jovem da história. Além de Max, Carlos os ex-companheiros Carlos Sainz Jr. e Lando Norris formaram média etária de 21 anos, 11 meses e 18 dias. O fato não passou batido: Ross Brawn, diretor-esportivo da Fórmula 1, definiu os jovens pilotos como “a nova geração de campeões”, que começa a desempenhar papéis de protagonismo.

“Com Max, Carlos e Lando no pódio, estamos vendo a nova geração de campeões mundiais da Fórmula 1”, afirmou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Carlos Sainz conquistou seu primeiro pódio pela Ferrari, com o segundo lugar em Mônaco (Foto: Ferrari)

Brawn foi além e dissertou a respeito de Carlos Sainz, recém-chegado a Ferrari, em seu primeiro pódio pela equipe italiana e sobre Lando Norris, que conquistou o terceiro pódio da carreira pela McLaren, o segundo apenas neste ano.

“Carlos entregou o tipo de performance que eu esperava dele. Ele está amadurecendo muito bem. De todos os pilotos que trocaram de equipe para essa temporada, ele faz um dos melhores trabalhos. Ele se adaptou muito rápido e está produzindo ótimos resultados”, disse.

“O antigo companheiro de equipe dele, Lando [Norris], foi bem durante todo o fim de semana, em uma pista que muitos esperavam ver a McLaren sofrer. A consistência dele foi impressionante e ele mereceu muito o terceiro pódio de sua carreira”, concluiu.

Na estatística dos pódios mais jovens da história da Fórmula 1, Verstappen, Sainz e Pierre Gasly, detém o recorde de combinação mais jovem a subir no pódio com o do GP Brasil de 2019, quando a média de idade dos trio, à época, era de 23 anos, 8 meses e 13 dias.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar