F1

Brawn vê apoio incessante e acredita em recuperação de Schumacher: “Otimistas em encontrar soluções”

Diretor-técnico da F1, Ross Brawn afirmou que todos seguem esperançosos em encontrar uma maneira de ajudar Michael Schumacher a se recuperar no futuro. Dirigente afirmou que a família nunca deixou de apoiar o heptacampeão nos cinco anos que se passaram desde o acidente

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Ex-diretor-técnico de Michael Schumacher nos tempos de Benetton e Ferrari e chefe na Mercedes, Ross Brawn disse que a família segue confiante na descoberta de soluções para as lesões do heptacampeão.
 
Em 29 de dezembro de 2013, Schumacher sofreu um sério acidente enquanto esquiava nos Alpes Franceses. Desde então, seu estado de saúde é um mistério, já que a família optou por manter a privacidade que sempre foi defendida por Michael.
Ross Brawn afirmou que família segue com esperança de encontrar solução para as lesões de Schumacher (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Hoje diretor-esportivo da F1, Brawn mantém contato com a família e reconhece que a esposa de Schumacher, Corinna, e os filhos deles, Mick e Gina-Maria passaram por “um período muito duro” nesses cinco anos desde o acidente.
 
Ainda assim, o dirigente destaca que a família sempre apoiou Michael e acredita que alguma solução vai aparecer para ajudar o ex-piloto.
 
“Eles nunca cederam com seu apoio a Michael e a crença deles de que haverá uma solução no futuro”, disse Brawn em entrevista a BBC 5 Live. “É um tópico difícil para falar, por causa da privacidade que a família quer, e eu tenho de respeitar isso. E foram visitas muito emocionantes, particularmente nos primeiros dias”, seguiu.
 
“Nós todos estamos otimistas em encontrar soluções no futuro e vai existir um momento em que as coisas vão avançar para Michael”, concluiu.