Briatore diz que Alonso “fez o bastante para se aposentar com cinco ou seis títulos” e deixa F1 se não tiver carro vencedor

Flavio Briatore falou que Fernando Alonso e a McLaren vão brigar por pódios na temporada 2016. Mas, se isso não acontecer e o espanhol ficar sem um carro competitivo na F1, vai seguir a vida em outra categoria

Fernando Alonso só vai ficar na F1 a longo prazo se puder ter em mãos um carro vencedor. É o que garante Flavio Briatore, um dos responsáveis por gerenciar a carreira do espanhol. Antes disso, o primeiro passo vai ser confirmar a expectativa que há no momento: de que a McLaren Honda será capaz de lutar por pódios no ano que vem.

"Ninguém imaginava tamanho desastre, mas eu conheço bem os japoneses da Honda e, ainda que sejam individualistas, sabem fazer motores. Em 2016, estarão lutando por pódios", assegurou o dirigente italiano em entrevista ao jornal 'El Mundo'.

Se a McLaren não melhorar e "se não encontrar um carro vencedor na F1", Alonso "vai para outra categoria", assegurou. "Fernando fez o bastante para se aposentar com cinco ou seis títulos."

Briatore vibra ao lado do pupilo Alonso pela vitória na Hungria, em 2003, a primeira do espanhol na F1 (Foto: LAT Photographic/Renault)

Briatore, que acompanha Alonso desde a chegada dele ao Mundial pela porta da Minardi, e que chefiou a Renault com a qual o piloto foi bicampeão em 2005 e 2006, não tem dúvidas da capacidade do espanhol e chamou para si a decisão de pular fora da Ferrari no ano passado.

"Eu o motivei a sair da Ferrari para a McLaren. Ali não podia seguir. Ele era culpado por tudo. Tinha de ir embora, sobretudo depois da chegada do Marco Mattiacci. Sem ele, talvez pudesse ter continuado na Ferrari", disse.

Mattiacci foi o chefe da escuderia italiana entre abril e dezembro do ano passado, substituindo Stefano Domenicali e sendo demitido no fim do ano para a chegada de Maurizio Arrivabene.

Enquanto a Ferrari já venceu três corridas na temporada 2015, Alonso está penando com a McLaren e pontuou em apenas duas etapas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube