Bruno Senna saiu da Williams por pressão de Toto Wolff e resultados, diz Kotscho

Bruno Senna ficou apenas uma temporada completa na Williams. Os resultados ruins em relação ao companheiro Pastor Maldonado e a pressão de Toto Wolff o tiraram da Fórmula 1

No Cadeira Cativa #12, Diogo Kotscho afirmou que Bruno Senna saiu da Williams para Toto Wolff colocar Valtteri Bottas. Mas os resultados ruins também atrapalharam.

O Cadeira Cativa é o programa do GRANDE PRÊMIO que recebe jornalistas e personalidades marcantes da cobertura de esporte a motor do Brasil.

Assista ao trecho completo abaixo:

Favoritos e azarões para o GP da Áustria

Quase quatro meses depois do fim de semana originalmente marcado para o começo da temporada, a Fórmula 1 vai finalmente dar a largada para a sua primeira corrida de 2020. Neste período, mesmo sem atividades de pista, muita coisa importante aconteceu nos bastidores: o teto orçamentário foi aprovado, o regulamento outrora previsto para 2021 foi adiado em um ano e várias mudanças importantes foram definidas pelas equipes.

Os carros que embarcaram para a Austrália em março podem ter, aqui e ali, algumas sutis atualizações na comparação com os bólidos que vão finalmente voltar a acelerar neste fim de semana na Áustria, no circuito Red Bull Ring. Quanto à performance pura e simples, o que vem à retina é pré-temporada, realizada em Barcelona, em fevereiro.

Sendo assim, quem desponta como favorito para vencer a primeira corrida do ano? Um grande termômetro são as casas de apostas online, que fazem uma projeção, com base no histórico recente de testes e também na performance na pista que vai receber a corrida, das chances de cada piloto. Veja aqui as apostas para o GP da Áustria de F1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube