Buscando evolução, diretor-esportivo da McLaren diz que time vai usar peças experimentais na Malásia

Sam Michael, diretor-esportivo da McLaren, admitiu que a equipe de Woking testará peças experimentais neste fim de semana para melhorar a performance do MP4-28

 

Depois de um decepcionante GP da Austrália, o diretor-esportivo da McLaren admitiu que o time vai utilizar algumas peças experimentais neste fim de semana, durante o GP da Malásia. Sam Michael falou com a imprensa na manhã desta quinta-feira (21) e explicou que, além do desenvolvimento normal do MP4-28, a equipe britânica também vai lançar mão de novos recursos para tentar melhorar a performance do bólido.
 
“Temos algumas modificações no carro”, explicou Michael. “Temos duas linhas de novas peças, uma é o desenvolvimento normal que viria de qualquer forma, e aí temos algumas coisas experimentais para trabalhar com a degradação dos pneus, algumas das quais nós trouxemos de volta dos testes para ajudar no desenvolvimento”, continuou.
Button cobrou evolução do carro da McLaren após o GP da Austrália (Foto: McLaren)

 

As imagens desta quinta em Sepang
A volta virtual em Sepang, narrada por Massa
Especial F1 2013, a temporada que vem com rótulo de imprevisível

“Nós, definitivamente, vamos fazer alguns testes específicos durante o fim de semana na Malásia, e nós conseguimos fazer algum trabalho nos últimos dias”, contou. “Se isso vai resolver os problemas em termos da nossa competitividade, eu, para ser honesto, realmente não posso dizer, porque eu ainda não sei”, comentou. 

 
Michael, entretanto, assegurou que a McLaren não está perdida em meio aos problemas do carro e sabe exatamente o que precisa ser modificado para melhorar seu desempenho. 
 
“Toda nossa energia está sendo direcionada para o carro atual e para entendê-lo”, garantiu. “A pior coisa é quando você não tem uma ideia das áreas em que precisa trabalhar. Nós temos uma boa ideia do que precisamos fazer.”
 
Na visão do dirigente, se a McLaren desembarcasse novamente em Melbourne nesta semana, o time já seria capaz de exibir uma performance melhor do que o que foi apresentado no último fim de semana. 
 
“Acho que mesmo que fossemos para Melbourne novamente, poderíamos fazer um trabalho melhor, porque temos mais informações. Esperamos entender o carro melhor na Malásia”, declarou. “Temos mais algumas peças para o carro, então isso pode nos levar para uma nova direção, mas mesmo que não tivéssemos, poderíamos espremer um pouco mais disso, porque seríamos mais realistas sobre o que estamos tentando alcançar e usando os dados que reunimos na semana passada”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube