Button chega ao Bahrein para celebrar 250 largadas na F1 e espera apenas pontuar: “É nosso objetivo”

Vencedor do GP do Bahrein de 2009 e dono de um pódio na edição de 2004 da prova, Jenson Button chega a Sakhir para comemorar marca pessoal sem maiores pretensões: "Espero que possamos pegar mais alguns pontos neste fim de semana"

O GP do Bahrein, terceira etapa da temporada 2014 da F1, pode se tornar uma espécie de tira-teima para a McLaren. Depois do desempenho estelar em Melbourne, na Austrália – onde o segundo lugar de Kevin Magnussen e o terceiro de Jenson Button levaram o time a liderar o Mundial de Construtores –, o time viveu um fim de semana apagado na Malásia, com o inglês em sexto e o dinamarquês em nono.
 
Consequentemente, a liderança no campeonato das equipes mudou de mãos: quem está na frente agora é a Mercedes, dona de 100% das vitórias do Mundial até aqui. O histórico de Button para mostrar a força da esquadra de Woking em Sakhir pode ser vital para as pretensões do time em relação aos resultados.
 
“É difícil acreditar que a corrida deste fim de semana será o décimo GP do Bahrein. Ganhei esta corrida em 2009, tive várias boas atuações aqui, e realmente gosto dos desafios que o circuito apresenta”, afirmou o britânico, que além da vitória há cinco anos, conseguiu um pódio na primeira edição da corrida, em 2004.
 
Jenson, por sinal, celebrará no próximo domingo (6) uma marca pessoal histórica. “Será a minha 250ª largada. Isso é louco: parece que foi ontem que comemorei meu GP número 200 com vitória para a McLaren na Hungria em 2011”, comentou.
 
“Vamos para o Bahrein enfrentar um novo desafio: a primeira corrida noturna do circuito. Vai ser interessante ver que tipo de corrida que teremos sob os holofotes. Correr à noite sempre contribui para a atmosfera”, considerou Button.
Kevin Magnussen andou no Bahrein durante a pré-temporada (Foto: Getty Images)

“Marcamos alguns pontos úteis nas duas primeiras corridas, o que sempre foi nosso objetivo para as primeiras quatro corridas. Espero que possamos conseguir pegar mais alguns pontos neste fim de semana.”

 
Outro fator que pode levar a McLaren a ter um bom resultado nesta “melhor de três” é o conhecimento que o jovem Magnussen já tem de Sakhir. “Vai ser uma boa experiência correr em um circuito no qual já pilotei um carro de F1 antes”, disse o danês. 
 
“Será a primeira vez para mim, porque já tenho quatro dias de atividades por conta dos testes de inverno. Isso não faz realmente uma grande diferença, porque você aprende uma pista de forma relativamente rápida no simulador. Mas significa que você pode ir direto para os treinos de sexta-feira com o pé embaixo.”
 
“Apesar de a pista de Sakhir ter várias curvas de alta velocidade, não é tão rápida quanto Sepang, então estou esperançoso de que seremos um pouco mais competitivos neste fim de semana. Ainda acho que as temperaturas da pista e nossa falta de pressão aerodinâmica tornarão mais difícil o acerto do carro do que em Melbourne, mas estou esperançoso de que seremos capazes de alcançar um bom equilíbrio para a corrida”, encerrou Magnussen.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube