Button torce por grid com 20 carros para escapar da última fila no GP da Austrália: “Não vai ser fácil”

O primeiro dia de treinos livres da F1 em Melbourne provocou um tom pessimista na fala de Jenson Button, que foi somente o 13º colocado entre os 16 que marcaram tempos no segundo treino livre. Tudo o que o inglês quer no momento é fugir da última fila do grid de largada

Fugir da última fila do grid. Essa é a esperança de Jenson Button depois do primeiro dia de treinos livres para o GP da Austrália.

 
Nesta sexta-feira (13), o inglês foi apenas o 13º colocado, 3s690 atrás do líder Nico Rosberg. E isso porque Felipe Massa e Daniel Ricciardo, que certamente andariam mais rápidos que a McLaren Honda, não participaram do segundo treino livre. Em relação ao segundo carro mais veloz do dia, a Ferrari, a desvantagem foi de 2s9.
 
Diante disso, Button torce para que todos os 20 carros participem da corrida que abre o Mundial de F1 neste domingo (15). Com problemas técnicos, a Manor está em Melbourne, mas não sabe quando conseguirá deixar os boxes; com problemas jurídicos envolvendo um processo movido por Giedo van der Garde, a Sauber periga até ter seus bens confiscados no circuito do Albert Park.
Jenson Button durante os treinos livres em Melbourne (Foto: Getty Images)
“Eu espero que não seja a última fila do grid. Esperançosamente, 20 carros vão andar”, declarou o campeão mundial de 2009.
 
“Não vai ser fácil e todos sabemos disso. Estamos todos trabalhando como um só e sem apontar o dedo. Estamos apenas resolvendo os problemas no nosso ritmo. Estou esperançoso de que vamos ser competitivos mais cedo do que tarde”, acrescentou o britânico.
 
“Eu não tenho objetivos em termos de posição. O importante é garantir que vamos maximizar tudo o que temos e então olharmos para a tabela de tempos na classificação e na corrida e ver quanto trabalho temos para fazer”, concluiu.
 

As imagens da sexta-feira do GP da Austrália
#GALERIA(5242)

SOBRANDO NA TURMA

A Mercedes comandou com grande facilidade o segundo treino livre nesta sexta-feira (13) em Melbourne, palco da abertura da temporada 2015 da F1 . Nico Rosberg de novo foi o mais veloz e fechou o dia com uma diferença de 0s1 para o companheiro Lewis Hamilton, o segundo colocado da tabela. Felipe Massa não treinou por causa de um vazamento de água em sua Williams. Já Felipe Nasr teve a chance de finalmente andar com a Sauber e foi o 11º

QUEM É QUEM

Na terceira parte do Guia F1 2015, o GRANDE PRÊMIO faz um raio-X de cada uma das dez equipes do grid para o Mundial que começa neste fim de semana na Austrália, na pista de Melbourne, e que marca a 66ª temporada da história da F1.

O especial também traz as fichas completas dos 22 (!!!) pilotos que vão disputar o título mundial nas 19 ou 20 corridas previstas pelo calendário deste ano. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube