Sainz se aproxima de decisão e planeja anúncio de destino na F1 antes de GP da Espanha

De acordo com o periódico espanhol The Objective, o contrato de Carlos Sainz para, no mínimo, a temporada 2025 da Fórmula 1 já está assinado. E Williams surge mais forte que Sauber para o destino do piloto

O destino de Carlos Sainz na Fórmula 1 está perto de se tornar público. Após meses de muitas especulações, o espanhol, de partida da Ferrari ao final deste ano, já está de contrato assinado, e tudo indica que Williams ou Sauber será a escolha para, no mínimo, a temporada 2025.

A informação é do periódico espanhol The Objective desta quinta-feira (6). Segundo a publicação, o anúncio é esperado para ser feito antes do GP da Espanha, que acontece de 21 a 23 de junho, só que ao contrário do que parecia mais lógico devido à chegada da Audi em 2026, o time de Grove é quem leva vantagem.

Tanto Williams quanto Sauber atualmente brigam na parte de baixo da tabela e ocupam respectivamente antepenúltima e última colocações no Mundial de Construtores. A questão, explica o texto, é que a base de Hinwil anda com dificuldades para conseguir bons nomes para áreas-chave do corpo técnico, como design de motores, além de engenheiros e até mecânicos.

Trata-se, portanto, de um projeto de médio a longo prazo, razão pela qual Sainz relutou em assinar acordo multianual — fala-se, inclusive, de uma oferta de três anos.

Sainz na Williams? É uma forte opção (Foto: Marco Miltenburg/Racepictures)

Quanto à Williams, sabe-se que a equipe está muito longe dos tempos de glória que a transformaram em uma das grandes na história da Fórmula 1, ainda com questões de infraestrutura a serem resolvidas, porém a chegada de Pat Fry no final do ano passado e a renovação de Alexander Albon mostraram que há um voto de confiança.

Além disso, os ingleses estão melhores que a Sauber no campeonato, e Sainz seria outro piloto forte o bastante para brigar por pontos com o segundo carro e com experiência suficiente para buscar resultados ainda melhores no futuro. A publicação espanhola ainda diz que a Williams ofertou a Sainz um acordo mais flexível que o da Sauber.

De fato, a renovação de Sergio Pérez com a Red Bull praticamente fechou a única porta que poderia ser preenchida pelo #55 em um time de ponta, uma vez que a Mercedes está cada vez mais determinada a promover o pupilo Andrea Kimi Antonelli para o lugar de Lewis Hamilton, por mais que resista em admitir. O chefe, Toto Wolff, chegou a declarar que Sainz não estaria disposto a esperar pelo tempo da esquadra alemã.

A Fórmula 1 retorna à ação neste fim de semana, de 7 a 9 de junho, no GP do Canadá, em Montreal. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.