Sainz diz que nunca se sentiu ofuscado por companheiros de equipe: “Derrotei todos”

Na Fórmula 1 desde 2015 e com passagens por Toro Rosso, Renault, McLaren e agora Ferrari, Carlos Sainz Jr. relembrou as disputas com seus parceiros de equipe: "Nunca achei que fosse mais lento do que eles"

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

RETROSPECTIVA FERRARI F1 2021: ACHANDO A LUZ NO FIM DO TÚNEL

Mesmo ainda não considerando sua temporada de estreia na Ferrari como a melhor de sua carreira, Carlos Sainz conseguiu surpreender até aqui. E, com dois pódios, na sexta posição do Mundial de Pilotos e com 83 pontos no campeonato — inclusive, à frente de seu atual companheiro de equipe, Charles Leclerc, sétimo colocado —, o espanhol não se vê ofuscado por ninguém na Fórmula 1, sobretudo em relação às disputas internas que teve até aqui.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sua trajetória não foi de só de bons momentos, no entanto. Desde a parceria em seu ano de estreia com Max Verstappen em 2015, pela Toro Rosso, à oportunidade de medir forças com Nico Hülkenberg na Renault nas corridas finais de 2017 e em toda a temporada 2018, Sainz levou a pior em relação ao seus companheiros de equipe em termos de pontuação geral na temporada.

CHARLES LECLERC; CARLOS SAINZ; FERRRI; PRÉ-TEMPORADA; F1; FÓRMULA 1;
Carlos Sainz não se intimida por ter ao seu lado companheiros de equipe como Charles Leclerc (Foto: Scuderia Ferrari)

Mas Carlos teve dois anos muito bons na comparação com Lando Norris, na McLaren, em 2019 e 2020. O que valoriza ainda mais o trabalho feito por Sainz é a grande jornada que empreende o prodígio britânico nesta temporada, sendo um dos grandes destaques do campeonato e terceiro colocado no Mundial de Pilotos..

“Não importa contra quem eu já tenha competido até agora, seja Max, Nico [Hülkenberg], Lando ou Charles. Nunca achei que fosse mais lento do que eles ou que não pudesse fazer a mesma coisa que eles fazem”, disse Sainz em entrevista à revista alemã Auto Motor und Sport.

“Já derrotei todos eles. É um bom sinal. Max, Lando e Charles estão entre os melhores da categoria, na minha avaliação. Sempre me senti valorizado por todas as equipes, na Toro Rosso, Renault e McLaren, mesmo quando as deixei. Mas se o público pensa que fui ofuscado por eles, gostaria de saber o porquê”, indagou.

Carlos Sainz faz sua estreia na Ferrari neste ano de 2021 (Foto: Ferrari)

Segundo Carlos, o desafio na Ferrari é grande, mas a experiência que carrega até aqui foi de extrema importância. Embora ainda sinta falta de um “fim de semana 100%”, ou seja, em que passe ileso de erros que possam comprometer os resultados, seu desempenho também tem agradado Mattia Binotto, chefe de equipe da Ferrari. O italiano também ressaltou que Sainz necessita melhorar, mas as avaliações em relação aos anos anteriores foram determinantes para sua contratação.

“Se assinei um contrato com a Ferrari é porque devo ter feito algo certo em minha carreira”, declarou Sainz. “O desafio de correr com outros pilotos e equipes me ensinaram a ser melhor”, salientou.

“Isso também me deu a confiança de que poderia enfrentar qualquer um quando entrei na Ferrari. Se eu me integrar bem à equipe e acertar o carro do jeito certo, não preciso ter medo de ninguém”, concluiu o piloto, que em 1º de setembro completa 27 anos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar