Sainz lamenta ‘desperdício’ de chance real de vitória no Canadá: “Era mais rápido”

Carlos Sainz tinha pneus mais novos e um ritmo bom para alcançar Max Verstappen e vencer no Canadá. Ele não conseguiu e por isso saiu com um 'gostinho de quero mais' de Montreal

FÓRMULA 1 2022: VERSTAPPEN VENCE NO CANADÁ. BI VEM QUANDO? | Paddock GP #292

Carlos Sainz teve uma grande oportunidade de vencer pela primeira vez na Fórmula 1 no Canadá. Com pneus mais novos, o espanhol ficou 15 voltas tentando tomar a liderança de Max Verstappen, inclusive com o auxílio do DRS, mas não teve sucesso. Terminou ‘apenas’ na segunda posição. Mais um pódio, é verdade, mas ele sente que poderia ter sido melhor.

“Este fim de semana fui mais rápido”, disse o espanhol, em entrevista à Sky Sports. “Este fim de semana, pela primeira vez no campeonato, fui o cara mais rápido na pista, tanto nos pneu s médios quanto nos duros – estava pegando Max nas duas ocasiões”, acrescentou.

“Eu me senti confortável com o carro, estava perto dos muros, mas com confiança, e me senti confortável lá fora. É uma pena não ter conseguido a primeira vitória”, seguiu.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Carlos Sainz ficou em segundo no Canadá e soma 102 pontos na temporada 2022 da F1 (Foto: Ferrari)

LEIA MAIS: Verstappen elogia disputa com Sainz após vitória no Canadá: “Voltas muito divertidas”

Num fim de semana em que Leclerc fazia uma corrida de recuperação e Sergio Pérez abandonou, a vantagem para Sainz era a disputa isolada com o líder do campeonato. O #55 entende que, mesmo se não houvesse o safety-car ocasionado por Yuki Tsunoda momentos mais tarde, ele teria conseguido segurar o holandês enquanto liderava, com pneus desgastados.

“Sem o carro de segurança, eu poderia segurá-lo [Verstappen] atrás. Acho que fui bem rápido e Max estava me alcançando, mas não me passaria facilmente no final da corrida”, imaginou.

“Eu queria muito minha primeira vitória, então vocês podem imaginar o quanto eu estava forçando. A ultrapassagem não era fácil por conta do vento na reta principal, havia muito pouco DRS e era muito difícil fazer qualquer ultrapassagem na Red Bull. Mas estive perto algumas vezes e sei que dei o meu máximo”, encerrou.

O resultado deixa Sainz 73 pontos atrás do atual campeão, que tem atualmente 175 tentos na liderança do Mundial de Pilotos. A Fórmula 1 retorna no dia 3 de julho, para o GP da Inglaterra em Silverstone.

QUAL O LIMITE PARA VERSTAPPEN NA FÓRMULA 1 2022?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar