Sainz cita ritmo, mas vê Ferrari conservadora no Catar: “Medo do desgaste nos freou”

Espanhol considerou que a Ferrari poderia até ter feito mais na corrida em Losail, mas ficou com medo de o pneu não resistir. Charles Leclerc colocou a velocidade de Alpine e AlphaTauri como as surpresas negativas do domingo (21)

F1 NO CATAR: HAMILTON VENCE, VERSTAPPEN 2°, ALONSO NO PÓDIO | Briefing

Carlos Sainz Jr. avaliou que a Ferrari foi conservadora no GP do Catar deste domingo (21). Na visão do espanhol, a escuderia italiana tinha ritmo para obter um resultado melhor na estreia de Losail na Fórmula 1, mas evitou partir para o ataque por temer o desgaste dos pneus.

Sainz recebeu a bandeirada na sétima colocação, 1min21s911 atrás de Lewis Hamilton. Depois da prova, a análise do pneu até mostrou que seria possível fazer mais, mas já era tarde.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Sainz considerou que a Ferrari poderia ter arriscado mais em Losail (Foto: Divulgação)

“Nós fomos conservadores”, disse Carlos. “Menos mal que fizemos mais pontos do que a McLaren. Mesmo com os pneus duros, estávamos com medo de não chegar até o fim, mas com a análise que fizemos depois percebemos que poderíamos ter forçado mais. Porém outros foram mais agressivos do que nós e terminaram com um furo”, ponderou.

“É uma pena. É uma corrida um pouco chata se você não pode acabar”, comentou, “O ritmo estava lá, mas o medo do desgaste nos freou”, concluiu.

1s215 atrás do companheiro de equipe, Charles Leclerc ficou com a oitava colocação. O monegasco não se mostrou surpreso com o atraso em relação aos ponteiros, mas saiu preocupado com a velocidade mostrada pelos rivais.

“Fiquei bem feliz com o acerto do carro. Foi bem”, disse Leclerc. “Acho que a diferença para Mercedes e Red Bull foi mais ou menos o que nós esperávamos. A surpresa ruim foi ver a velocidade de Alpine e AlphaTauri. Agora temos de entender”, completou.

Fórmula 1 volta a acelerar em duas semanas, entre 3 e 5 de dezembro, com outra corrida nova no calendário: o GP da Arábia Saudita, nas ruas de Jedá.

GRANDES VIRADAS DA F1 + OS GUARDIÕES DA BANDEIRA DE HAMILTON | TT GP #39
GRANDE PRÊMIO lança especial que celebra carreira de Valentino Rossi. ACESSE
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar