Carro quebra e exige troca de câmbio, mas mesmo assim Rosberg lidera primeiro treino da F1 em Silverstone

A Mercedes teve de trocar o câmbio de Nico Rosberg durante o primeiro treino livre da F1 para o GP da Inglaterra, mas ainda assim o alemão foi capaz de marcar o melhor tempo da manhã de sexta-feira (2). Lewis Hamilton foi segundo, à frente de Max Verstappen

A manhã de Nico Rosberg em Silverstone foi tumultuada. O alemão sofreu uma perda de pressão hidráulica nos primeiros minutos do treino e chegou a parar na pista. Mesmo assim, graças a um trabalho incrível da Mercedes, que trocou a caixa de câmbio em cerca de 20 minutos, ele encontrou tempo para liderar na abertura dos trabalhos do GP da Inglaterra – na casa de Lewis Hamilton, o líder do campeonato.

A melhor volta do alemão foi completada já depois da bandeirada, superando em apenas 0s070 o giro de Hamilton, que até então sobrava na atividade.

Rosberg venceu o GP da Inglaterra em 2013 e largou na pole no ano passado. Ele está dez pontos atrás do colega de equipe na disputa pelo título do Mundial de F1 de 2015.

Max Verstappen foi o terceiro colocado em um ótimo treino da Toro Rosso, que ainda teve Carlos Sainz em quinto. Kimi Räikkönen e Sebastian Vettel ficaram em quarto e sexto com os carros da Ferrari. Os times italianos, no entanto, ficaram a mais de 1s das Flechas de Prata.

Felipe Massa e Felipe Nasr permaneceram nas posições intermediárias e fecharam em décimo e 11º, respectivamente. O novato da Sauber chegou a rodar nos minutos iniciais, a exemplo de Hamilton.

Confira como foi o primeiro treino livre da F1 em Silverstone:

Distância
5,891 km
Curvas
18
Número de voltas
52
Vencedor em 2014
Lewis Hamilton
(Mercedes)
Resultado da prova
Programação
SEX, 3/7 | TL2 – 10h
SAB, 4/7 | TL3 – 6h
SAB, 4/7 | TC – 9h
DOM, 5/7 | GP – 9h

É verdade que a Mercedes domina a temporada da F1 e domina todos os tipos de circuitos. Mas o fim de semana em Silverstone não começou particularmente bem, apesar de Lewis Hamilton logo de cara assumir a liderança do primeiro treino livre no interior do Reino Unido.

O próprio inglês, ainda nos minutos iniciais, rodou na curva Stowe depois de subir nas zebras, e ficou atravessado na pista. Não demorou, no entanto, para retomar a linha ideal e reconduzir sua Mercedes à garagem. Pior se deu Nico Rosberg, logo em seguida: no mesmo lugar onde abandonou no ano passado, recolheu para a área de escape devido a uma perda de pressão hidráulica no F1 W06 Hybrid.

Apesar dos pesares, quando a primeira parte da sessão terminou e os carros voltaram aos boxes para estudos e ajustes por parte das equipes, a dupla ocupava a primeira e a terceira colocações. Hamilton registrou, em sua melhor passagem, 1min34s815, 1s060 à frente de Rosberg.

Separando as duas Flechas de Prata estava a Ferrari de Kimi Räikkönen. O finlandês marcou 1min35s700.

Hamilton não foi o único pego desprevenido pelas artimanhas de Silverstone, um circuito em que os pilotos realmente podem fazer a diferença. O novato Felipe Nasr também rodou, mas na curva Village, a terceira da volta.

Chamar a atenção sem rodar, apenas por dar as caras, foi o que fez a Force India. O time pela primeira vez anda com a versão B do VJM08, desenvolvida com o trabalho no túnel de vento da Toyota, e o bico-vazado roubou a cena por se tratar de uma ideia diferente em relação ao que fizeram as outras equipes neste ano.

Novo bico na versão B do carro da Force India (Foto: Reprodução/Twitter)

Enquanto isso, nada de McLaren na pista. Fernando Alonso e Jenson Button deram apenas voltas de instalação antes de voltar aos boxes e permanecer lá com os mecânicos incansavelmente trabalhando. O espanhol só voltou a andar com 33 minutos restando na sessão, quando o assoalho do carro do piloto da casa ainda era reinstalado.

Na segunda parte da sessão, os pilotos da Toro Rosso subiram na tabela: Max Verstappen foi para segundo e Carlos Sainz, para terceiro. Mas a vantagem de Hamilton apenas cresceu, uma vez que o bicampeão melhorou seu tempo para 1min34s344. Diga-se de passagem, o time de Faenza tem um histórico positivo em Silverstone.

Ah, Rosberg, não nos esqueçamos dele… Fim de sessão após a quebra? Nada disso. Só termina depois que acaba, em uma versão mais apropriada do ditado. A Mercedes conseguiu trocar o câmbio em cerca de 20 minutos após receber de volta na garagem o carro #6 e assim permitiu que o alemão completasse mais algumas importantes voltas na preparação para a corrida.

O alemão primeiro andou para checar todos os sistemas, depois partiu para uma volta lançada. O carro funcionava, ainda que não tão bem, e ele foi capaz de marcar 1min35s151, 0s807 mais lento que Hamilton.

Acabou? Não. Para complicar a vida dos jornalistas, Rosberg seguiu andando rápido e tratou de se colocar à frente de Hamilton por apenas 0s070 já depois da bandeirada.

Pilotos reservas: foram três os reservas que andaram neste TL1 em Silverstone: Raffaele Marciello, substituindo Marcus Ericsson na Sauber, Susie Wolff, no lugar de Valtteri Bottas na Williams, e Jolyon Palmer, que tomou a vaga de Romain Grosjean na Lotus. Os titulares voltam a andar no TL2.

Pneus: os compostos médios e duros estão sendo usados neste fim de semana.

Previsão do tempo: a sessão foi disputada debaixo de sol e céu azul na manhã britânica. A temperatura ambiente começou em 18ºC e subiu para 20ºC até o fim do treino, ao passo que a temperatura do asfalto girou em torno de 35ºC. A expectativa é que o calor se intensifique no treino da tarde.

F1, GP da Inglaterra, Silverstone, primeiro treino livre:

1 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:34.274   12
2 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES 1:34.344 +0.070 26
3 33 MAX VERSTAPPEN HOL TORO ROSSO RENAULT 1:35.530 +1.256 18
4 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:35.588 +1.314 21
5 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO RENAULT 1:35.669 +1.395 33
6 5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI 1:35.739 +1.465 17
7 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:35.818 +1.544 26
8 26 DANIIL KVYAT RUS RED BULL RENAULT 1:35.876 +1.602 22
9 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:36.157 +1.883 28
10 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:36.469 +2.195 23
11 12 FELIPE NASR BRA SAUBER FERRARI 1:36.855 +2.581 20
12 11 SERGIO PÉREZ ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:36.889 +2.615 26
13 41 SUSIE WOLFF ESC WILLIAMS MERCEDES 1:37.252 +2.978 19
14 30 JOLYON PALMER ING LOTUS MERCEDES 1:37.262 +2.988 26
15 36 RAFFAELE MARCIELLO ITA SAUBER FERRARI 1:37.372 +3.098 17
16 13 PASTOR MALDONADO VEN LOTUS MERCEDES 1:38.080 +3.806 8
17 14 FERNANDO ALONSO ESP McLAREN HONDA 1:38.222 +3.948 12
18 22 JENSON BUTTON ING McLAREN HONDA 1:38.860 +4.586 10
19 28 WILL STEVENS ING MANOR MARUSSIA FERRARI 1:38.981 +4.707 23
20 98 ROBERTO MERHI ESP MANOR MARUSSIA FERRARI 1:40.477 +6.203 23
    TEMPO 107% TL1   1:40.873 +6.599  
               
RECORDE LEWIS HAMILTON ING MERCEDES W04 1:29.607 29/06/13  
MELHOR VOLTA FERNANDO ALONSO ESP FERRARI F10 1:30.874 11/07/10  

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube