Chance de igualar número de títulos do ídolo Senna empolga Hamilton: “Quando criança, sempre quis imitá-lo”

Fã declarado de Ayrton Senna, Lewis Hamilton não escondeu o entusiasmo pela chance em 2015 de igualar a marca do brasileiro de três títulos na F1. "Eu sempre quis fazer o que Ayrton fez no passado", afirmou

Lewis Hamilton nunca escondeu de ninguém que Ayrton Senna foi seu maior ídolo da F1 na infância. E agora, dono de dois títulos mundiais, o inglês da Mercedes traçou como meta igualar as façanhas do brasileiro, morto em 1994, conquistando o terceiro mundial neste ano. Hamilton se mostrou altamente entusiasmado com a meta para a temporada 2015.

"Eu sempre quis fazer o que Ayrton fez no passado", afirmou o britânico durante a entrevista coletiva da FIA, em Melbourne, nesta quinta-feira (12). "Ayrton foi meu piloto favorito e acho que quando era criança, sempre quis imitá-lo", completou.

Lewis Hamilton busca igualar número de títulos de Ayrton Senna (Foto: Getty Images)

Hamilton inicia a temporada 2015 da F1 como favorito, não só por conta da conquista da taça no ano passado, quando venceu 11 vezes, mas também pela performance assustadora apresentada pela Mercedes nos testes de pré-temporada.

No ano passado, Lewis largou na pole-position em Melbourne, na abertura do campeonato, mas acabou abandonando devido a problemas mecânicos e viu o companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg, ganhar.

Apesar do revés, o inglês não deu grande importância. "Não vejo isso como uma preocupação exagerada. Claro que você vem para cá e quer começar com o pé direito, como eu no ano passado, mas o campeonato é longo, e isso não é a coisa mais importante do Mundial", acrescentou o dono do carro #44.

As imagens da quinta-feira do GP da Austrália
#GALERIA(5241)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube