Leclerc admite temporada “decepcionante” da Ferrari, mas ameniza: “Evoluímos bastante”

Charles Leclerc reconheceu que a Ferrari teve muitos momentos difíceis na Fórmula 1 em 2023, mas admitiu que a evolução ao longo da campanha é uma esperança para 2024

Charles Leclerc lamentou a temporada da Ferrari na Fórmula 1 ao longo de 2023. O monegasco, que esperava um carro competitivo o suficiente para brigar pelo campeonato, se decepcionou ao perceber que o time regrediu em relação a 2022, e ao ver que a Red Bull ficou ainda mais forte. No entanto, o #16 tentou ver o lado bom da situação e reconheceu que a escuderia de Maranello evoluiu de forma considerável durante o ano.

Ferrari e Leclerc começaram 2022, quando começou a vigorar o regulamento que explora o efeito-solo, como força a ser batida e venceram duas das três primeiras corridas. Para 2023, com a chegada de Frédéric Vasseur como dirigente, a equipe não conseguiu repetir o bom desempenho e teve apenas uma vitória com Carlos Sainz, no GP de Singapura. Charles avaliou o ano da Ferrari na F1.

Relacionadas


“Foi uma temporada decepcionante. Depois do ano passado, esperávamos chegar neste ano e tentar lutar pelo campeonato. Percebemos imediatamente o quão difícil seria em comparação com a Red Bull, que evoluiu bastante, especialmente no ritmo de corrida”, disse Leclerc.

O monegasco, no entanto, tratou de deixar o pessimismo de lado e procurou as coisas boas alcançadas em 2023. Embora tenha começado o ano atrás de Red Bull, Mercedes e Aston Martin, a Ferrari evoluiu a ponto de brigar pelo vice no Mundial de Construtores até a última etapa, em Abu Dhabi. O segundo lugar ficou com a Mercedes, é verdade, mas ainda assim, a fase dos italianos era consideravelmente melhor.

Charles Leclerc passou 2023 em branco e não venceu na F1 (Foto: Ferrari)

“Por outro lado, se você olhar apenas para esta temporada – esqueça o ano passado – acho que progredimos bastante, o que é positivo e me deixa confiante para o futuro. Mas há uma grande lacuna a preencher para recuperar a Red Bull, por isso vamos trabalhar duro durante as férias de inverno e esperamos voltar mais fortes no próximo ano com um carro que seja capaz de vencer”, finalizou.

Charles Leclerc não venceu em 2023, mas superou Sainz por seis pontos e ficou com a quinta posição no Mundial de Pilotos. A Ferrari perdeu o vice entre os construtores para a Mercedes por apenas três tentos.

Fórmula 1 retorna às pistas em fevereiro de 2024, dos dias 21 a 23, no Bahrein, para os testes coletivos da pré-temporada.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.