Leclerc aprova Zandvoort que “recompensa o risco” e espera surpreender na classificação

Charles Leclerc não escondeu o apreço com Zandvoort depois da sexta-feira de treinos livres. “Amei”, escreveu o monegasco, dono do melhor tempo do dia na Holanda. Em contrapartida, Carlos Sainz não se ilude com a grande forma da Ferrari, que garantiu um surpreendente 1-2

Vettel precisou ser bombeiro durante o TL1 e se irritou com os problemas (Vídeo: Reprodução/F1 TV)

Quem esperava ver Max Verstappen brilhando em casa ou mesmo a Mercedes de Lewis Hamilton na frente se surpreendeu com a Ferrari como a equipe mais rápida da sexta-feira (3) de treinos livres do GP da Holanda de Fórmula 1. No treino desta tarde, Charles Leclerc foi o mais rápido e único a virar abaixo de 1min11s: com 1min10s902, o monegasco garantiu o melhor tempo do dia e foi seguido pelo companheiro de equipe, Carlos Sainz, que anotou 1min11s056 na sua melhor passagem.

Mas o sentimento dos dois pilotos da escuderia de Maranello ao término dos trabalhos na Holanda é distinto. Leclerc, que ficou bastante empolgado com o circuito holandês, entende que pode surpreender na classificação, no sábado. Sainz, por sua vez, preferiu a cautela e disse que a dobradinha, ainda que prazerosa, é enganosa, já que as bandeiras vermelhas, especialmente a causada por Nikita Mazepin, impediu que os pilotos da Mercedes e da Red Bull pudessem fazer voltas rápidas limpas em ritmo de classificação.

Leclerc não escondeu o apreço com Zandvoort: “Amei”, escreveu o piloto nas redes sociais. Animado com o resultado como um todo ao longo do dia, o dono do carro #16 aposta em seguir em alta durante o fim de semana.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

CHARLES LECLERC; FERRARI; GP DA HOLANDA; ZANDVOORT; SEXTA-FEIRA;
Charles Leclerc andou muito bem com a Ferrari nesta sexta-feira na Holanda (Foto: Scuderia Ferrari)

“Acho que estamos em uma boa posição, mas também precisamos seguir trabalhando, já que com alta carga de combustível não fomos tão rápidos quanto com menos gasolina. Isso provavelmente nos mostra alguma coisa, então precisamos continuar trabalhando e, com sorte, se fizermos um bom trabalho durante a noite, vamos ser rápidos amanhã”, declarou.

“Definitivamente, no papel, parece um pouco melhor que Spa. Por enquanto, estamos muito bem”, acrescentou o piloto. “Tenho certeza de que as melhores equipes têm algo a mais. Mas, na comparação com nossos concorrentes diretos, estamos bem”, emendou Charles.

Questionado em entrevista coletiva se esperava surpreender no sábado de classificação, Leclerc se mostrou confiante. “Espero que sim. É uma pista que recompensa o risco. Então, na classificação, tudo é possível. Vamos dar nosso melhor. Com Carlos, estamos pressionando um ao outro a cada sessão, então espero que possamos tirar proveito disso na classificação”.

CARLOS SAINZ; FERRARI; HOLANDA; ZANDVOORT;
Carlos Sainz entende que o resultado da sexta-feira na Holanda foi enganoso (Foto: Scuderia Ferrari)

Por outro lado, mesmo em ótima posição durante o dia, Sainz se mostrou mais pés no chão que seu companheiro de equipe. “Acho que Mercedes e Red Bull ainda estão mais rápidas, especialmente quando você analisa para as simulações de corrida. Aí você pode ver claramente que a bandeira vermelha não permitiu que eles encaixassem uma volta rápida com pneus macios e talvez isso nos fez parecer mais rápidos”.

“Lando [Norris] também é rápido com a McLaren. Espero uma boa briga com eles de novo. Mercedes e Red Bull parecem estar ainda na frente, mas talvez neste circuito estamos um pouco mais perto deles do que estivemos recentemente”, explicou o espanhol.

Carlos foi lembrado sobre a grande jornada da Ferrari em Mônaco: no Principado, Leclerc conquistou a pole-position, enquanto Sainz garantiu seu melhor resultado e o da equipe como um todo na temporada: segundo lugar nas ruas de Monte Carlo. Mas o espanhol acredita que o GP da Holanda não será uma reedição do que se viu em maio.

“Não esperaria por um GP de Mônaco aqui. Vimos nas simulações de corrida que Mercedes e a Red Bull estão mais rápidos, mas queremos estar bem atrás deles se for possível, especialmente porque nos sentimos um pouco mais próximos do que nos finais de semana anteriores e queremos aproveitar todas as chances que tivermos caso eles cometam algum erro”, disse.

“Vamos tentar nosso melhor. Hoje, o mais importante é que o carro funcionou bem, não fizemos muitas mudanças no acerto, colocamos o carro na pista e tudo deu certo. E isso, claro, é sempre positivo”, concluiu.

A Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado em Zandvoort para um dia bastante cheio. Às 7h (de Brasília, GMT-3), o circuito será palco do treino livre 3, enquanto a classificação acontece às 10h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

TUDO SOBRE OS TREINOS LIVRES DO GP DA HOLANDA DE FÓRMULA 1 | BRIEFING

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar